A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

05/04/2011 20:26

Depois de aumentos nos combustíveis, GNV vira alternativa para motoristas

Paula Maciulevicius

Postos registram aumento de 30% na venda do Gás

Para motoristas abastecer o carro com GNV é a saída para driblar aumento no preço dos combustíveis. (Foto: João Garrigó)Para motoristas abastecer o carro com GNV é a saída para driblar aumento no preço dos combustíveis. (Foto: João Garrigó)

A saída para fugir dos constantes reajustes do álcool e da gasolina tem sido abastecer o carro com GNV (Gás Natural Veicular). Os motoristas de Campo Grande sofreram só nos últimos dois meses com quatro aumentos no preço dos combustíveis.

A diferença no valor de comercialização entre o GNV, álcool e gasolina é alarmante. Em um posto de combustíveis na Avenida Marechal Deodoro, no bairro Coophavila II, em Campo Grande, o gás pode ser encontrado a R$ 1,749, enquanto a gasolina é vendida a R$ 2,898 e o álcool a R$ 2,499.

Segundo o gerente do posto, Marco Aurélio Falcão, a venda de álcool caiu consideravelmente, e a expectativa é de aquecer a comercialização do GNV.

“Aqui, nós abasteciamos 1.500 carros por dia com álcool. Agora, não passam de 400”, conta.

De acordo com Marco Aurélio, a alta do álcool reflete diretamente na venda do GNV e a tendência agora são as oficinas voltarem a converter veículos para o gás.

Ao contrário dos outros combustíveis, conforme o gerente Marco Aurélio, o GNV não registrou aumento nos últimos dois anos.

A procura pelo GNV tem aumentado nos postos de combustíveis da Capital. (Foto: João Garrigó)A procura pelo GNV tem aumentado nos postos de combustíveis da Capital. (Foto: João Garrigó)

Para os motoristas, se abastecer com o Gás Natural Veicular já compensava antes, agora é lucro.

“Os preços dos combustíveis estão virando um absurdo. Antes eu até abastecia na gasolina, quando ainda pagava R$ 2,40. Agora não compensa não”, explica o militar Clementino Campos.

“Eu abasteço há dois anos com GNV. Esse preço é uma pouca vergonha do governo e a gente precisa escolher a opção que mais favorece”, resume o aposentado Adalto Espíndola.

No posto de combustíveis da Avenida Fernando Corrêa da Costa, o cenário já é positivo. De acordo com o frentista Tarsílio da Silva, a procura pelo GNV aumentou e o consumidor quer cada vez mais, economizar. Da média diária de 120 carros abastecidos com o gás, houve crescimento de 8%.

Na mesma avenida, as vendas do gás chegam à marca de 30% de aumento. Segundo o gerente Valdemir Bento da Silva, de 1 mil metros cúbicos comercializados diariamente, subiu para 1,8 mil nos últimos 15 dias.

Para o motorista que converteu o carro há quatro anos, Flávio Martins abastecer com GNV além de bem mais barato polui menos o ambiente.

“Toda vida abasteci com o gás. Acho que até poderia ter incentivo do governo, porque não é poluente como os combustíveis. Agora está bem mais barato é uma fuga para os motoristas”, finaliza.

A partir de amanhã revendedores de combustíveis pagarão mais caro
Este já é o quarto aumento nos últimos dois mesesOs postos de combustíveis pagarão a partir de amanhã R$ 0,06 a mais pelo litro de gasolina nas dist...
Brinquedos feitos por detentos são doados para crianças em escola
Parceria feita entre a a Semed (Secretaria Municipal de Educação) e a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) garantiu ne...


Pena que o GNV só existe em Campo Grande e Tres Lagoas, uma vergonha que ainda não tenha gás em Corumbá onde passa o gasoduto .Para sair do estado (saindo de CG) o veículo deve ter pelo menos dois cilindros . Fora a máfia dos cartéis de combustíveis de Campo Grande temos que conviver com esse aumento injustificável. O consumidor tem que abastecer no Paraguay ou na Bolívia mesmo e boicotar os postos que estão lesando o consumidor da fronteira.
 
george conrado em 06/04/2011 10:51:41
Em corumbá a gasolina já está R$ 3,00. Que beleza!?!
 
dodi gabriel lescano em 06/04/2011 08:40:00
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions