A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

01/11/2015 09:00

Depois de roubo e sequestro, taxista persegue assaltantes e salva colega

Caroline Maldonado e Felipe Prado
Assaltantes bateram táxi que ficou sem uma das rodas, durante perseguição (Foto: Marcos Ermínio)Assaltantes bateram táxi que ficou sem uma das rodas, durante perseguição (Foto: Marcos Ermínio)

Dois assaltantes chamaram um táxi e no meio do caminho fizeram o motorista refém, na madrugada de hoje (1º). O homem foi colocado no porta-malas do carro. Em seguida, os criminosos foram até o Motel Eros, no Bairro Aimoré e assaltaram o estabelecimento. Depois disso, eles seguiram para um posto de combustíveis, na Avenida Costa e Silva, onde um colega da vítima, também taxista, percebeu a situação e começou a persegui-los.

Segundo o delegado Cleverson Alves, os criminosos atiraram contra o taxista, que não foi atingido. Eles perderam o controle do carro e bateram no meio-fio, quando uma das rodas se soltou. Os assaltantes acabaram abandonando o veículo, na Rua Hélio de Castro Maia, quase esquina com Avenida Costa e Silva Silva e fugiram.

Com os tiros, o colega da vítima desistiu da perseguição e pediu ajuda no quartel do Corpo de Bombeiros, segundo o boletim de ocorrência. O taxista, Waelton Prado Godoi, de 26 anos, começou a bater no veículo e com ajuda de alguém que passava pelo local foi retirado do porta-malas. 

No motel, com o taxista ainda dentro do porta-malas, os assaltantes renderam uma funcionária e levaram R$119,00. O local possui câmeras e as imagens devem ajudar a identificar os criminosos. 

Matéria editada para acréscimo de informação, as 10h. 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions