A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

08/05/2011 13:00

Dia das Mães é de muita movimentação nos presídios de Campo Grande

Ana Paula Carvalho

Mães fizeram fila em frente ao Presídio de Segurança Máxima

Lindsay aguarda para visitar a irmã. (Foto: Simão Nogueira)Lindsay aguarda para visitar a irmã. (Foto: Simão Nogueira)

A manhã foi movimentada nos presídios da Capital. No Estabelecimento Penal Feminino Irmã Irma Zorze, mulheres que estão presas receberam a visitas dos filhos e de parentes.

Marcilene Dourado Vilhalba, 31 anos, trouxe a sobrinha de Sidrolândia para ver a mãe que está presa há cinco meses por tráfico de drogas. “Ela não via a mãe há dois meses, porque não temos condições de vir sempre”, diz.

A ex-cunhada de Marcilene tem três filhos. Apenas a filha do meio veio visitar a mãe. “Queria muito ver minha mãe, ainda mais sendo o dia dela. Ela caiu em um momento de besteira, mas está muito arrependida”, relata Adaiane Cano Vilhalba, 21 anos

A irmã de Lindzay Soares, 31 anos, está presa há quase um ano. Ela era usuária de drogas e pediu para o traficante entregar a droga em casa, a vizinha viu e chamou a polícia. Quando Inara Soares, 22 anos, foi presa a irmã e a mãe estava trabalhando. “Sorte que não estávamos em casa, senão teríamos ido junto”, diz.

Lindsay diz que vem visitar a irmã todos os domingos e que hoje é especial, porque é dia das mães. Ela tem dois filhos, o mais novo tinha dois meses quando foi presa. “Ontem ela falou com o filho mais velho por telefone, chorou até. Hoje ela não usa mais drogas, Graças a Deus. Quando sair daí (penitenciária) estará pronta para cuidar dos filhos dela”, afirma.

No presídio de Segurança Máxima de Campo Grande, muitas mães fizeram fila para poder passar um pouquinho do dia de hoje com os filhos. Muitas dessas mulheres são batalhadoras e sofrem por ter que passar o dia delas dentro de uma penitenciária. Mães que não perdem a esperança de ver os filhos em casa e com uma vida digna.

O filho de dona Petrona dos Santos, 49 anos, está preso desde o dia 19 de novembro. Ele é usuário de drogas e se envolveu em uma briga. Há três semanas ela não vê o jovem porque não tem condições de visitá-lo sempre. Ela tem quatro filhos, mas só ele tem passagem pela polícia. “Hoje eu tinha que vir aqui. Como eu não iria passar o “Dia das Mães” sem ver meu filho. Ele errou, mas eu não posso abandonar”, diz chorando.

“Não é fácil ver um filho preso”, afirma Alzemir Silva. O filho dela está preso desde novembro e, segundo ela foi preso porque participou sem saber de uma festa que foi bancada com dinheiro roubado. “Mãe é mãe, nunca abandona. Eu venho aqui todo dia de visita. Deixei meu outro filho internado na Santa Casa. Dói muito ver meu filho nessa situação, até fome ele já passou”, relata.

Chorando, uma mãe que não quis se identificar conversou com o Campo Grande News. O filho dela estava no semi-aberto, mas tentou entrar com um pouco de maconha para fumar lá dentro. Ele está na sala de castigo do presídio de segurança máxima. “Eu falei para ele que se ele voltasse para cá não viria mais visitá-lo, mas não consegui. Meu coração não deixou”, diz muito emocionada.

Ela tem mais dois filhos, o jovem de 19 anos que está preso é filho adotivo e tem esquizofrenia. “Eu que tinha que carregar esse fardo mesmo, mas se Deus me deu ele, é porque sabia o que estava fazendo”, afirma.

Mãe chora ao falar da tristeza de ver o filho preso (Foto: Simão Nogueira)Mãe chora ao falar da tristeza de ver o filho preso (Foto: Simão Nogueira)
Dia das Mães de movimento no Presídio de Segurança Máxima (Foto: Simão Nogueira)Dia das Mães de movimento no Presídio de Segurança Máxima (Foto: Simão Nogueira)
Promotoria e prefeitura firmam acordo para recuperar área de preservação
Foi celebrado entre o MPE (Ministério Público Estadual) e a prefeitura de Campo Grande acordo para recomposição da vegetação nativa da área de preser...
Concurso recebe inscrições para 83 vagas técnico-administrativas
Seguem abertas as inscrições para o concurso que oferece 83 vagas para técnico-administrativos em Educação na UFMS (Universidade Federal de Mato Gros...
Vice-governadora visita projeto em que detentos reformam escolas
O projeto "Pintando e Revitalizando a Educação com Liberdade", desenvolvido pelo Poder Judiciário estadual, foi conhecido e elogiado na sexta-feira (...
Crianças do Vespasiano Martins recebem Papai Noel e ganham presentes
As crianças do loteamento Vespasiano Martins, na periferia de Campo Grande, receberam a visita especial do Papai Noel neste sábado (16). Foram distri...


Disse Jesus:...e Eu enxugarei dos olhos toda lagrima.. confiem!
 
MAURO PAVAN em 09/05/2011 10:40:06

Mãe chora ao falar da tristeza de ver o filho preso (Foto: Simão Nogueira)

Engraçado,chora porque?
tinha que ter corrigido a educação quando pequeno, agora não adianta chorar, pergunta pra ela que grau de estudo ele dever ter?(Deixa brinca até mais tarde na rua, deixa fazer o que quer, deixa faltar aula ...agora vem a colheita de tudo o que plantou)

Que Jesus tenha piedade e misericórda dessas vidas.
 
jose junior em 09/05/2011 09:04:06
Filhos e filhas do Brasil e do mundo cuidem de suas Mâes queridas por que sâo unicas o que essas mulheres estam passando e uma coisa absurda Deus cobre essas mulheres de fè e esperansa e ilumine cada lar amem.
 
Gustavo Alves De Oliveira em 09/05/2011 06:25:05
Q Deus perdoe a todos, os q julgam os q são julgados os q condenam e os q são condenados, e q cada coração consiga ter misericordia do seu proximo, q Deus abençõe todos.
 
Rosangela M. de J. em 09/05/2011 02:24:23
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions