ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, TERÇA  07    CAMPO GRANDE 33º

Capital

Do alto ou nas ruas, imagens da tempestade de areia impressionam na Capital

Fenômeno conhecido como 'haboob' fez dia virar noite na Capital

Por Adriano Fernandes | 15/10/2021 22:43


A meteorologia e até o próprio campo-grandense não duvidavam da possibilidade de que a sexta-feira (15) fosse chuvosa, depois de dois dias seguidos de temporal. Mas a nuvem de areia que varreu a cidade foi uma surpresa nada agradável. Em questão de minutos, o "dia virou noite" em meio a um vendaval que destelhou casas, derrubou quase duas centenas de árvores e deixou mais de 5 mil imóveis no escuro.

Do alto do Hotel Bahamas, bem no Centro da Capital, uma das câmeras de monitoramento do portal Tempo Agora flagrou o fenômeno em detalhes. É possível notar até o momento em que as luzes da cidade são acesas automaticamente por conta da situação. Mas não foi só do alto que a passagem da cortina de areia impressionou.

Moradores em diversos bairros da Capital também foram pegos de surpresa pela tempestade de areia. "Eu moro aqui há seis meses, vim do interior do Rio de Janeiro e nunca tinha visto isso, surreal", comentou o motorista de aplicativo Marcello Leandro Dantas Furlaneto, de 43 anos.

Vídeo feito pelo leitor mostra a tempestade chegando no Portal Caiobá, próximo ao Aeroporto Internacional de Campo Grande. "São 15h e a cidade está escura", narra o carioca em vídeo, enquanto segue por uma das avenidas do bairro.

Na Bairro São Francisco, a chegada da nuvem de areia também rendeu uma bela e assustadora imagem para o Halysson Ferreira, da varanda do seu apartamento no final da 14 de julho.

"Haboob" – A tempestade de areia, chamada de 'haboob' atingiu ao menos sete municípios de Mato Grosso do Sul, seguida de muita destruição. A 'haboob' passou por Campo Grande, Miranda, Corumbá, Aquidauana, Dourados, Ponta Porã e Dois Irmãos do Buriti. A Defesa Civil Estadual está fazendo monitoramento junto aos municípios para levantar os danos provocados pela tempestade de areia.

Foto feita por morador da varanda do seu apartamento no final da Rua 14 de Julho. (Foto: Halyson Ferreira)
Foto feita por morador da varanda do seu apartamento no final da Rua 14 de Julho. (Foto: Halyson Ferreira)


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário