A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

08/11/2012 19:03

Dobra procura por vaga em escola de tempo integral

Gabriel Neris e Helton Verão
Escola se tornou referência na Capital (Foto: Pedro Peralta)Escola se tornou referência na Capital (Foto: Pedro Peralta)

Referência entre os colégios municipais de Campo Grande, a escola de período integral Professora Iracema Maria Vicente, localizado no bairro Rita Vieira, dobrou a procura de vagas de alunos para o ano que vem em relação a 2012.
De acordo com a diretora-adjunta Tânia Versage, por ano abrem 50 vagas para o pré I, pré II e o 1º ano. Para 2013, 50 crianças estarão numa lista de espera, entretanto com o tamanho da procura serão 100 nomes no mínimo.

A escola atende a a região do bairro Rita Vieira. É imprescindível que o aluno resida no máximo a dois mil metros da escola. O passe do estudante, passagem de transporte coletivo fornecida gratuitamente aos alunos, não é concedido.

Segundo Tânia Versage, as vagas abrem quando o aluno reprova ou é transferido de escola. No dia 14 de janeiro será divulgada a lista de espera com os nomes dos alunos.

“A procura é intensa por que o ensino é de período integral, das 7h30 às 16h, e se a criança precisar pode ficar até as 17h estudando. A qualidade já chama a atenção”, diz. A diretora-adjunta acredita que a procura tenha aumentado por causa do condomínio construído próximo ao local com cerca de 500 novas famílias.

A escola Professora Iracema Maria Vicente recebeu neste mês de novembro R$ 10 mil e o diploma de Destaque Nacional do Prêmio Gestão Escolar, promovido pelo Consed (Conselho Nacional dos Secretários de Educação). A disputa envolveu 9.694 escolas do Brasil inteiro e a escola de Campo Grande se destacou por adotar a educação integral desde a inauguração, em fevereiro de 2009.

“Com o prêmio, os pais estão mais seguros e felizes de terem seus filhos aqui. Oferecemos aulas de violão, judô, ginástica, dança, inglês, espanhol e xadrez”, exalta Tânia Versage.

“Nós tentamos passar valores aos alunos para quando eles não estiverem na escola terem boas ações. Tudo se deve pelo método. É um projeto inovador”, completa.

A prioridade na seleção é à distância onde o candidato a vaga mora. Os alunos do Ceinf (Centro de Educação Infantil) Zacaria Vieira têm vaga garantida na escola se os pais ou responsáveis optarem pela escola de período integral.
O porteiro Aparecido Omedo, 50, foi matricular o neto de quatro anos para concorrer à vaga. “Pela distância e pela qualidade me interessei pela escola”, disse.

Crianças tiveram intoxicação alimentar no dia 27 de setembro (Foto: Simão Nogueira)Crianças tiveram intoxicação alimentar no dia 27 de setembro (Foto: Simão Nogueira)

A estudante Evelyn Vargas, 18, decidiu matricular a irmã de cinco anos. Ela diz que optou também pela proximidade e pela qualidade do local. “Tem gente que trabalha o dia inteiro e busca educação de qualidade”, ressalta.

Também referência em educação entre os colégios de Campo Grande, a escola de período integral Ana Lúcia de Oliveira Batista, no bairro Paulo Coelho Machado, também está com vagas abertas. São 35 no pré I, 25 para o pré II e 40 para o 1º ano.

Intoxicação alimentar – No dia 27 de setembro de 2011, escola Professora Iracema Maria Vicente ficou conhecida por um episódio negativo. Cerca de 180 crianças tiveram intoxicação alimentar e passaram mal no pátio.

Viaturas do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foram acionadas para socorrer as crianças. Exames no Lacen (Laboratório Central) comprovaram a intoxicação através de alimentos.

Homem é ferido a tiro em saída de pagode no Bairro Taquarussu
Giovani Rodrigues Barbosa, 22 anos, foi baleado no tórax na saída de um pagode, na madrugada deste domingo (18), na Avenida Presidente Ernesto Geisel...
Abstenção em concurso da Câmara Municipal da Capital passa dos 30%
O domingo (17) foi de provas para milhares de campo-grandenses, tanto na manhã como no período da tarde, no concurso da Câmara Municipal, que segundo...
Com forte dores, mulher reclama de falta de atendimento em UPA
Mesmo apresentando fortes dores e inchaço na região do estômago, sem conseguir comer a três dias, uma mulher que procurou atendimento na UPA (Unidade...
Problema rotineiro, chuva causa alagamentos no bairro Cidade Morena
A chuva que atingiu Campo Grande no fim da tarde deste domingo (17) causou vários problemas à população, desde alagamentos a problemas estruturais em...


Um ótimo exemplo, enquanto isso os pais que pagam escolas particulares têm que se virar para achar alguém que cuide de seus filhos na férias de julho e no mês de dezembro. Além de pagar (e caro) as escolas particulares não funcionam metade do mês de julho e a maioria já na primeira quinzena dezembro estão parando.
 
Elton Matsunaga em 09/11/2012 00:04:31
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions