ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, SEGUNDA  06    CAMPO GRANDE 29º

Capital

Dois homens são presos com boi abatido a tiro e levado em porta-malas de Monza

Animal foi abatido com tiro na cabeça, esquartejado e seria levado ao bairro São Conrado

Por Silvia Frias | 19/07/2021 11:50
Homens passaram por audiência de custódia esta manhã, na Justiça de Campo Grande (Foto: Marcos Maluf)
Homens passaram por audiência de custódia esta manhã, na Justiça de Campo Grande (Foto: Marcos Maluf)

Dois homens foram presos em flagrante depois de terem abatido boi na BR-060 e que seria levado para ser dividido entre eles no bairro São Conrado. O animal já tinha sido esquartejado e sendo transportado no porta-malas de Monza.

O flagrante aconteceu na madrugada de ontem, por volta da 2h, no trecho da rodovia em Sidrolândia, sentido Campo Grande. Hoje, os dois homens passaram por audiência de custódia na Justiça da Capital e tiveram a prisão em flagrante convertida para preventiva.

O pedreiro Luciano Ponciano Dias, 35 anos, e o ajudante de pedreiro, Leandro Coelho de Nascimento, 35 anos, foram parados na rodovia em fiscalização de equipe da Defurv (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Furtos e Roubos de Veículos) na Operação Hórus.

Na vistoria, dentro do Monza, os policiais encontraram espingarda de pressão modificada para calibre 22, além de cinco munições que estavam no bolso de gandola (casaco militar).

No porta-malas do Monza, os policiais encontraram a carcaça do animal, já cortado. Luciano Dias contou que a arma e as munições eram dele e havia pedido ajuda ao amigo para a empreitada. O animal foi morto com tiro na cabeça e seria levado ao bairro São Conrado, para ser dividido entre eles.

Os policias não conseguiram identificar de qual propriedade seria a fazenda, por conta do horário e falta de iluminação na rodovia.

No registro da ocorrência, os dois homens preferiram manter o silêncio. Os dois homens foram indiciados por porte de arma de fogo e furto majorado se praticado durante repouso noturno.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário