A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

15/11/2013 09:19

Donos de imóveis privados reclamam de nova lei municipal contra pichação

Filipe Prado
Voltei é pichado depois que proprietário pintou a parede (Foto:Marcos Ermínio)"Voltei" é pichado depois que proprietário pintou a parede (Foto:Marcos Ermínio)

Donos de propriedades particulares reclamam de "injustiças" previstas na Lei 5.230, publicada no dia 07 no Diário Oficial de Campo Grande. Pela nova lei municipal, multa e pagamento de restauração de dano só serão impostos a quem for pego pichando propriedade pública. 

Moradores e empresários que gastaram até R$ 6 mil com pintura, por conta do vandalismo, ficaram indignados com a diferenciação e também querem ser indenizados. “Fico ofendido com a situação, até parece que é uma brincadeira”, comenta o empresário, Edir Pereira, 43 anos.

Silvana e Edir Pereira têm uma mecânica de automóveis, localizada no Bairro Coronel Antonino. Eles relatam que a casa deles está cheia de pichações. “Há cerca de três meses, picharam nosso muro e portão, todos os dias aparecia uma pintura nova. E não vamos pintar por cima, pois sabemos que irão pichar de novo”, diz Silvana.

Os empresários comentam que pretendem adotar medidas de segurança contra as ações dos vândalos. “Nós iríamos gastar cerca de R$ 1 mil para pintar de novo, mas vamos instalar câmeras, para inibir a ação deles”, revela.

Já para Sandoval Correia Leite, 53, o gasto com a pintura seria menor, mas ele ainda não teve "coragem" de mexer no muro da empresa. “Eu gastaria cerca de R$ 200 reais com a pintura nova, mas me preocupo que eles podem fazer de novo, então estou esperando”.

 

Moradores estimam gastar cerca de R$ mil para repintar portão e muro (Foto:Marcos Ermínio)Moradores estimam gastar cerca de R$ mil para repintar portão e muro (Foto:Marcos Ermínio)
Sandoval cobra fiscalização mais efetiva da polícia (Foto:Marcos Ermínio)Sandoval cobra fiscalização mais efetiva da polícia (Foto:Marcos Ermínio)

Para ele, a solução está na Polícia. “Eles não conseguem pega-los e não temos expectativas de quando conseguirão. Eles deveriam ter outras maneiras de fiscalizar estes atos”, diz Sandoval.

Adilson Foizer, 42, pagou R$ 6 mil para pintar a sua empresa, há cerca de seis meses, mas hoje os muros já estão novamente pichados. “É inútil pintar. Toda vez que pinto, eles vão e picham em cima. Além de ter prejuízo financeiro, meus clientes acabam pensando que não cuido da minha empresa”, relata.

Adilson comenta que esses atos estão por toda a parte e acabaram virando moda. “O problema é que a pichação não é crime. Então vem o Justin Bieber e picha um muro aqui no Brasil, assim acaba virando moda”.

A Lei – Segundo o Vereador Eduardo Romero (PTdoB), a lei não exclui a punição para quem pichar em propriedades particulares. “A lei contempla os donos de propriedades privadas, não está explícito na lei, mas está na lei federal, que fica acima, que está acima”, explica.

Ele ainda relata que há itens que diferenciam a lei estadual da federal (Lei Nº 12.408, de 25 de maio de 2011.). “Temos o aspecto cultural e educacional, onde iremos mostrar para as crianças das séries iniciais o que são manifestações artísticas e quais podem e onde podem ser utilizadas”, explica o vereador.



Isso demonstra que os políticos não estão preocupados em criar leis que beneficiem a população e sim em legislar em causa própria e ou partidária. Se nós população que pagamos impostos não reagirem, daqui a pouco estes pichadores estarão pichando nossas salas e os ladroes estarão aceitando cartão de credito.
 
Marco Costa em 16/11/2013 00:27:54
Não tenho os muros da minha casa pichados mas tem me revoltado a situação dos muros de meu bairro, que "enfeiam" a cidade...para mim quem faz isso é criminoso, invejoso e sei lá mais o que, é preciso fazer algo para inibir estes atos.
 
luci ferreira em 15/11/2013 23:28:20
Pagamos impostos, IPTU, TAXA DE PUBLICIDADE, e mais um monte de taxas, portanto essas pichações são de responsabilidades dos poderes públicos, acredito que podemos entrar na justiça para assegurar nossos direitos.
 
Ivanir Biazzi em 15/11/2013 22:45:04
Concordo plenamente, to cuidando aqui em casa, se algum desses marginais tentarem pichar e eu pegar, vou gastar o spray todinho nos olhos deles e tomara que fiquem cegos, dai nunca mais, e vão servir de exemplo. e quero ver justiça do caramba, que só serve pra dar proteção a bandido, vir encher meu saco, encostou no meu muro vai tomar chumbo na asa!!
 
CRISTIANE PRUDENTE PASSOS MARTINS em 15/11/2013 21:25:25
CAMPO GRANDE ESTA SOFRENDO ESTE TIPO DE VANDALISMO
POR FALTA DE UMA PUNICAO COMO CRIME E NA MAIORIA DAS VEZES SAO MENORES E FICAM MARCANDO TERRITORIO COMO FORMA DE DISPUTA
E COLOCACAO DE CAMERAS NAO MUDA MUITAS COISAS NAO PORQUE ELES
ENCOBREM OS ROSTOS COM AS CAMISAS E AS VEZES CHEGAM A ARRANCAR AS CAMERAS..JA PASSEI POR ISSO..PINTEI E PIXARAM NOVAMENTE.
 
adailton santos em 15/11/2013 21:21:52
Acho que está na hora de cobrar as despesas com segurança.. e pintura, na Justiça.
Já que não estão investindo nada que comtemple o cidadão!
com os altos impostos que pagamos, ainda ter que pagar para ter segurança... é uma vergonha.
 
Eliria Dieckow em 15/11/2013 13:59:03
Um absurdo essas pichações. Estão tomando conta da cidade. Nunca vi Campo Grande com tantas pichações assim. Por todo lugar em que passamos vemos muros, placas e postes tomados por tintas de spray. Esses vândalos deviam ser condenados a, no mínimo, pintar e deixar como novos o patrimônio alheio, além de prestarem serviços comunitários. Cabe ao poder público a fiscalização e penalização dos responsáveis. E a cabe aos pais a educação de seus filhos.
 
Carlos Dias em 15/11/2013 13:49:16
Deixa ver se entendi. Se eu descobrir onde mora um unico vereador da cidade, for la e 'fazer arte' no muro da casa dele e por um milgra for pego pela guarda municipal ou pela PM nao vou precisar pagar nada? Que otima lei
 
Alex Andre De Souza em 15/11/2013 13:03:22
Até o muro da POLÍCIA RODOVIÁRIA ESTADUAL está sendo pichado constantemente.
Por três vezes foi pintado o muro da polícia e eles vão lá e picham novamente.
 
Luciano Silgueiros em 15/11/2013 11:29:57
Pertencimento do objeto ou espaço depredado, pichado e estragado na visão dono do imóvel abandonar significa que perdeu o território para o meliante em fuga na sociedade. NA orla Morena perdemos o espaço para os maconheiros tudo bem ! Deixamos o espaço da rodoviária antiga para a polícia e as prostitutas em serviço tudo bem ! Perdemos as praças para os crackeados e noiádos tudo bem ! Perdemos a identidade política para os corruptos que não fazem leis ativas, ótimo ? Sim estamos inertes e não podemos reagir contra a lei pois quem têm o poder de aplicar policialmente, apreender e enclausurar age em conformidade contra quem paga os impostos em dia e cumpre seu dever de cidadão na linha de um limite que já está intolerável. A medida social contra pichar, pintar e depredar é pertencer o muro.
 
Carlos Alberto Catalani em 15/11/2013 11:24:39
Bom dia .
A solução é simples , coloca-se uma placa de aviso " Atenção srs pichadores estão sendo identificados e correm risco se serem alvejados, ou seja levar bala ", só depois de meter bala nestes, eles vão pensar antes de fazer estas barbaridades.
 
Antonio Rodrigues em 15/11/2013 11:02:45
tenho uma otima ideia essa tinta que eles picham e inflamável que tal pegarmos essa tinta e derramar nas suas lindas maos com um pouquinho de gasolina e colocar fogo.sera que eles iriam voltar novamente.É so uma ideia mas podemos praticar sera uma limpeza PARA A SOCIEDADE.
 
paulo costa em 15/11/2013 10:59:15
OS DONOS DESSAS CASAS DEVERIAM PINTAR NOVAMENTE ESSES MUROS E FICAR CUIDANDO ATÉ ESSES FICHADORES VIREM NOVAMENTE, PEGAR ELES E FAZER ELES TOMAREM TODA A TINHA QUE TIVEREM CONSIGO, AIII DUVIDO QUE ALGUM DIA ELES PICHARÃO NOVAMENTE.... #ficaadica
 
Gisele Marques em 15/11/2013 10:04:39
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions