A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

09/05/2016 19:55

Dupla de ladrões vendeu objetos furtados para vizinhos da vítima

Paulo Yafusso
Na casa de Miquinho, policiais apreenderam martelo, marreta e pé de cabra usados nos arrombamentos, e os produtos furtados (Foto: Divulgação Derf)Na casa de Miquinho, policiais apreenderam martelo, marreta e pé de cabra usados nos arrombamentos, e os produtos furtados (Foto: Divulgação Derf)

Policiais da Derf (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos) de Campo Grande prenderam na tarde desta segunda-feira (9) uma dupla que vinha praticando furtos na região do bairro Iraci Coelho, sul de Campo Grande. Um deles cumpria pena no regime semiaberto e aproveitava os momentos em que estava fora do estabelecimento penal para praticar os crimes.

Segundo informou o delegado Reginaldo Salomão, há dias que os policiais investigavam a ação desses criminosos e hoje, no momento em que estava sendo feito o monitoramento da casa de Paulo Henrique Naponucena Viana, de 22 anos, conhecido como “Miquinho”, houve o flagrante. Com ele foi preso Anderson Natanael Santos Pereira, também de 22 anos, que cumpre pena no semiaberto.

No momento em que os policiais faziam a prisão da dupla, compareceu no endereço uma das vítimas. Ela teve três notebooks, dois aparelhos de televisão de 42 e 55 polegadas, cinco celulares e um par de tênis furtados pelas bandidos e chegou até o endereço rastreando o sinal de um dos notebooks.

Ao tomar conhecimento desse caso, os policiais entraram na casa de Miquinho e encontraram todos os objetos roubados da casa dessa vítima como também oito bolsas, seis celulares e várias bijuterias. Reginaldo Salomão disse que os criminosos eram tão abusados que a casa de onde furtaram os três notebooks, as tvs e os celulares fica a 60 metros dali. E mais, eles venderam uma TV e um notebook para “vizinhos”, pessoas que moram entre a casa de Miquinho e a da vítima.

O delegado explicou que muitos criminosos presos com celulares roubados e também receptadores falavam em um tal Miquinho como sendo o fornecedor do produto. A partir daí os policiais da Derf passaram a procurar homens com esse apelido e chegaram a Paulo Henrique Naponucena Viana e ao comparsa dele.

De acordo com Reginaldo Salomão, a dupla agia sempre ao amanhecer do dia – depois que Anderson Natanael deixava o estabelecimento penal semiaberto, onde passava a noite -, pulavam o muro e arrombavam a porta das casas usando marreta, martelo e pé de cabra.

Miquinho e Anderson serão entregues à justiça na manhã desta terça-feira (10). Anderson deverá voltar a cumprir pena no regime fechado, já que, ao cometer crimes, ele “quebrou” a progressão de pena. Já Miquinho poderá responder o processo em liberdade, procedimento que tem sido comum nos crimes praticados sem violência ou grave ameaça à vida.

Homem é preso após tentativa de furto de relógio em shopping da Capital
Uma tentativa de roubo de relógios fizeram com que colaboradores da Loja Renner, localizado no Shopping Campo Grande, a polícia na noite deste sábado...
Promotoria e prefeitura firmam acordo para recuperar área de preservação
Foi celebrado entre o MPE (Ministério Público Estadual) e a prefeitura de Campo Grande acordo para recomposição da vegetação nativa da área de preser...
Concurso recebe inscrições para 83 vagas técnico-administrativas
Seguem abertas as inscrições para o concurso que oferece 83 vagas para técnico-administrativos em Educação na UFMS (Universidade Federal de Mato Gros...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions