A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

28/12/2014 08:58

Dupla é presa e confessa que matou estudante de Medicina para roubar S10

Ângela Kempfer e Luciana Brazil
Marcio (de preto) e Rafael (listras) são apresentados à imprensa. (Foto: Luciana Brazil) Marcio (de preto) e Rafael (listras) são apresentados à imprensa. (Foto: Luciana Brazil)
Caminhonete S10, alvo dos ladrões.(Foto: Luciana Brazil)Caminhonete S10, alvo dos ladrões.(Foto: Luciana Brazil)

Dois homens presos no fim da tarde de ontem, em Campo Grande, confessaram assalto e execução do estudante de Medicina Eric Francio Severo, de 21 anos. O universitário saía de um bar, na região central de Sinop (MT), quando foi abordado pelos bandidos, interessados na caminhonete S10 da vítima.

Márcio Marciano Batista, 30 anos, e Rafael Bueno dos Santos Mussuco, 25, levariam o veículo para Dourados (MS), mas foram interceptados pela Polícia Rodoviária Federal, em barreira na entrada de Campo Grande, no posto 21, na saída para São Paulo. Como havia um boletim de ocorrência em Mato Grosso, registrado depois do desaparecimento do jovem, os dois foram detidos e levados à Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário), na Vila Piratininga.

Em depoimento, eles disseram que executaram Eric ainda no Mato Grosso, a cerca de 200 quilômetros do local do assalto. Segundo o delegado Gustavo Bueno, o crime foi encomendado por presidiários de Guarulhos (SP). Em Dourados, outra pessoa pegaria a S10 e cruzaria a fronteira com o Paraguai.

Ainda de acordo com a polícia, os assaltantes se conheceram há 2 anos, em uma casa noturna, trabalhando como vigilantes. No sábado, por volta das 3 da madrugada, eles dominaram Eric em frente a uma boate na região central de Sinop.

Os 3 partiram rumo a Dourados, mas no caminho os ladrões resolveram matar o estudante, porque haviam dito muitos nomes que poderiam comprometer a ação. Segundo os bandidos, Márcio deu um tiro na cabeça de Eric, na região do ouvido, e depois os dois abandonaram o corpo na área rural.

Eric desapareceu na madrugada de sábado. (Foto: Reprodução/ Facebook)Eric desapareceu na madrugada de sábado. (Foto: Reprodução/ Facebook)

A Polícia Civil pede cautela, por considerar que o jovem possa estar vivo, já que o corpo ainda não foi encontrado. Uma força tarefa foi montada no Mato Grosso para localizar o jovem, com a a participação da PM, Polícia Civil e PRF.

Além da caminhonete, foram apreendidas com os bandidos uma arma e 11 munições. O revólver, calibre 38, estava com numeração raspada.

Confissão – Os assaltantes só confessaram os crimes depois que a Polícia do Mato Grosso informou ter detido a esposa de Márcio para averiguações.

Pelo menos 5 pessoas devem ter participado da ação, além de Márcio e Rafael, a suspeita é de que o crime foi articulado por 2 pessoas no presídio de Guarulhos, com a participação de outro em Dourados.

As polícias Civil e Militar de Sinop faziam buscas desde sábado. Ao sair da boate, Eric teria dito aos amigos que iria para casa, mas não apareceu.

Ele é filho do publicitário Leonildo Severo e cursa o 2º ano de Medicina em Tubarão (SC). Como está de férias, voltou para casa no início de dezembro.

Segundo a família, Eric saiu por volta das 21h30 de sexta-feira (26). Às 2h40 a mãe enviou mensagem para saber se estava tudo bem, mas ele não respondeu.  Às 4h17, o pai começou a ligar, mas o aparelho estava desligado. Lá pela 5h, o próprio publicitário passou a procurar o filho pela cidade.

Os pais disseram que o rapaz nunca saia com a caminhonete. Como sábado foi a primeira vez, eles teriam alertado o filho a não reagir, em caso de assalto.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions