A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 23 de Setembro de 2017

01/09/2017 16:35

Em 4 dias de operação, Polícia Civil prende 31 pessoas em Campo Grande

Operação foi realizada nas sete regiões da Capital para coibir diversos tipos de crimes

Luana Rodrigues
Prisão de homem durante operação. (Foto: Divulgação/ polícia Civil)Prisão de homem durante operação. (Foto: Divulgação/ polícia Civil)

Uma operação da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul prendeu 31 pessoas entre os dias 28 e 31 de agosto, em Campo Grande. A ação é parte de um plano estratégico da Delegacia-Geral, a fim de diminuir índices de violência, bem como a reduzir crimes contra o patrimônio.

De acordo com a assessoria de imprensa da PC, a 1ª Delegacia de Polícia e o Grupo de Operações e Investigações fizeram duas prisões em flagrante, cumpriram três mandados de prisão e prenderam mais sete indivíduos. Também houve a recuperação de duas motocicletas.

A 2ª e 3ª Delegacias de Polícia tiveram como resultado a prisão de oito indivíduos, e a 4ª e 5ª Delegacias de Polícias cumpriram sete mandados de prisão. Já a 6ª e 7ª Delegacias de Polícia prenderam 10 indivíduos. Ao todo, foram realizados 781 boletins. A identificação dos presos não foi divulgada.

A operação foi desencadeada pelo Departamento de Polícia da Capital, sob a direção do delegado Pedro Espíndola de Camargo, nas regiões do Centro, Segredo, Prosa, Bandeira, Anhanduizinho, Lagoa e Imbirussu.

Segundo a PC, o objetivo principal da operação é atender aos anseios da sociedade quanto a garantia dos direitos de ir e vir, da ordem pública, da incolumidade das pessoas, do patrimônio e de prevenção e repressão às drogas com foco na área de circunscrição de cada unidade policial.

Violência doméstica - Na última semana da campanha ‘Agosto Lilás’, Deam (Delegacia Especializada no Atendimento a Mulher) em parceria com a 7ª delegacia de polícia, cumpriu sete mandados de prisão preventiva contra autores de violência domestica, bem como, vários mandados de busca e apreensão.

Foram presos Hudson Ribas de Oliveira, Ariomar de Lara, Bruno Ricardo Reichardt, Alex de Freitas Delmondes Carvalho, Wellyson Dias Medrado, Jamerson Bernardo Ali e Reginaldo Moraes Oliveira, todos apontados como autores de violência doméstica, inclusive, reincidentes nestes crimes.

Paralisação de agentes penitenciários no Estado preocupa OAB-MS
A OAB-MS (Ordem dos Advogados do Brasil em Mato Grosso do Sul) vê com preocupação a paralisação dos agentes penitenciários marcada para acontecer nes...
Bandidos fazem “arrastão” e roubam quatro funcionários de posto
Dupla armada em uma motocicleta assaltou quatro funcionários de um posto de combustíveis na noite desta sexta-feira (22), por volta das 20h30, na ave...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions