ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEGUNDA  26    CAMPO GRANDE 28º

Capital

Em acordo, MP dá 18 meses para prefeitura implantar UPA Veterinária

Algumas ações previstas no TAC inclusive já vêm sendo cumpridas pela prefeitura, como o trabalho de castração

Por Lucia Morel | 24/02/2021 17:49
Feira de adoção em janeiro, no Centro de Controle de Zoonoses. (Foto: Prefeitura de Campo Grande)
Feira de adoção em janeiro, no Centro de Controle de Zoonoses. (Foto: Prefeitura de Campo Grande)

Acordo firmado entre a Prefeitura de Campo Grande e o Ministério Público de Mato Grosso do Sul dá prazo para que o município implante a UPA-Vet (Unidade de Pronto Atendimento Veterinária) até agosto do ano que vem.

O TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) decorre de inquérito que é encaminhado pela 26ª Promotoria do Meio Ambiente desde 2016 para aplicação efetiva da Lei de Bem-Estar Animal, promulgada em 2014.

Algumas ações previstas no TAC inclusive já vêm sendo cumpridas pela prefeitura, como o trabalho de castração e ainda, as feiras de adoção de cães e gatos. Outras atitudes previstas em TAC são ações de educação ambiental com vias ao bem-estar animal.

Quanto à castração, o acordo prevê 800 cirurgias por mês, sendo “200 caninos (nos primeiros doze meses) e 250 caninos (a partir do décimo terceiro mês) e 600 felinos, mensalmente, a partir de seis meses”, com prazos que começam a contar da data de assinatura do termo, em 3 de fevereiro.

Sobre a UPA-Vet, o compromisso é “com o objetivo de atender cães e gatos, na prestação dos primeiros socorros, além de atendimento de urgência e emergência, serviços como consultas, exames, medicações e cirurgias, no prazo de até 18 meses”.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário