A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

11/12/2010 09:15

Em enquete na Câmara, população não aprova aumento de vereadores

Jorge Almoas

“Não” vence com vantagem pesquisa realizada no site da Casa de Leis

 Em enquete na Câmara, população não aprova aumento de vereadores

A Câmara Municipal de Campo Grande abriu enquete em seu site oficial para saber se a população aprova a criação de novas cadeiras na Casa de Leis, amparado nos números do Censo. Mas a voz do povo aponta que o número de vereadores deve permanecer o mesmo.

De acordo com o resultado disponível às 9 horas deste sábado, o “Não” vence com larga vantagem, registrando 82% dos votos, contra 18% para o “Sim”.

Em emenda constitucional promulgada no ano passado, um município com menos de 15 mil habitantes tem direito a nove vereadores, enquanto outro de 1 milhão pode chegar a 31 cadeiras na Casa de Leis do município.

Motivados pela contagem do Censo, as Câmaras municipais no Brasil podem ganhar até 131 novas vagas.

Enquanto a Câmara de Campo Grande briga por mais vagas, o que não representa a opinião popular de acordo com a enquete disponível no site da Casa de Leis, Palmas, a capital que mais cresceu segundo o Censo 2010 poderia receber mais nove vereadores.

Com aumento de 66%, o número de vereadores na capital do Tocantins poderia passar de 12 para 21. Mas a Câmara espera passar para 15 ou 17 parlamentares.

Na avaliação da Associação Brasileira das Câmaras Municipais, as cidades não vão providenciar o aumento do número de integrantes das Casas de Leis

“Os vereadores precisam verificar a receita da cidade, se ela suporta esse número de vereadores”, diz Rogério Rodrigues, presidente da entidade.

Com informações do UOL



Já temos vereadores demais,sobra tempo até para fazer radio e televisao.
 
Maurilio Nicomedes da Cunha em 13/12/2010 09:29:46
Uma vez que a cidade esteja crescendo, há uma maior demanda de trabalho. Eles querem aumentar seu número para não trabalharem.
 
Gabriel Sales em 13/12/2010 07:31:48
mas o eleitor precisa aprender a votar também,não trocar seu voto por dentadura,tijoços,cimento,conjunto sanitario ou até 10,20, 50 ou 100 reais e o tre depois usa a imprensa e fala na maior cara de pau que o pleito transcorreu tudo dentro da legalidade, se a população votar de forma e o tre fiscalizar assim também,pode ter 1 ou 1 milhão de vereadores em Campo Grande MS que não vai resolver, os postos de saúde continuarão sem médicos,remédios,exame etc. mas continuarão construindo postos de saúde porque é ali que a empreiteira que pos dinheiro pra eles dar tudo isso para os eleitores e fazer o tre achar tudo certo no decorrer do pleito, as empreiyeiras tem que superfaturar essas obras, ACORDA ELEITOR
 
Edmar Correa em 12/12/2010 01:34:21
infelizmente os detentores de mandato nos legislativos municipais,acham donos da razão.ora bolas,se não vejamos,lutamos muito para a aprovaçaõ da PEC dos vereadores agora acham que devem continuar o mesmo de numero de vagas nas camaras.e as horas de debates acalorados nos plenários do congresso nacional,o tempo gasto nas discussões da matéria,o dinheiro do povo que tambem foi consumido com as quase interminaveis sessões.aumentar as vagas significa dar oportunidade a variedade de representações de classes nos legislativo e evitar que prossiga vencendo apenas os endinheirados.não se ve mais representantes de sindicatos,dos trabalhadores,e outros.chega de ganãncia por parte daqueles que hoje estão no poder e não querem aumentar as vagas conforme a lei.o duodécimo das camaras satisfazem o aumento.menos parlamentares,prefeitos ficam com facilidade de coptar votos e aumentar a corrupçaõ.
 
silas nepomuceno de almeida em 11/12/2010 10:51:57
O aumento de números de vereadores será que realmente trará beneficios? Esse interesse são dos eleitores ou somente dos partidos políticos? Haveria ganho de representatividade da população no Legislativo Municipal, onde realmente seriam debatido os assuntos interesses da coletividade ou seria apenas o aumento de agrupamentos de parlamentares defendendo seus próprios interesses? Vamos pensar bem, para que aumentar o número de vereadores, se a maioria dos eleitores, nem sabe em quem votou na última eleição. Se a população desconhece em quem votou, como cobrará um mandato parlamentar isento? A conta mais uma vez, ficará para a sociedade, pois soma-se mais gastos com salários, funcionários, despesas com matériais, estrutura física, etc...... O que a população cobra não é o aumento da quantidade de vereadores, mas sim uma Camara Municipal mais eficiente e independente e que represente os interesses da população.
 
Josué Kazuo Nishimura em 11/12/2010 08:04:19
pelo que produzem ( escândalos e mais escândalos de ponta da nação ) deveriam ter redução em seus quadros !!! moro num bairro que tem 32 anos de existência e até agora estou no meio da lama, como se porco fosse, enquanto pago iptu em dia para a contribuição dos abusivos vencimentos de nossos edís, que nada fizeram para justificarem seus votos recebidos ( o que diga-se que é realmente uma vergonha ) !!!!bairros com menos de 4 anos já tem ruas pavimentadas e o tijuca é apenas um amontoado de promessas de campanhas, o que faz de nossos parlamentares verdadeiros picaretas !!!!!!
 
ananias rodrigues em 11/12/2010 05:33:55
É verdade que o povo não suporta mais; mas, eles deverão achar alguma lei escondida em algum manual para colocar mais gente no pedaço. Duvidam ?
 
Milton Silva - Campo Grande - MS em 11/12/2010 04:24:33
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions