ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, QUINTA  24    CAMPO GRANDE 21º

Capital

Em seis dias, acidentes de trânsito já mataram quatro motociclistas

Por Filipe Prado | 06/07/2015 15:12
Foram registados quatro mortes em julho de 2015 (Foto: Marcos Ermínio)
Foram registados quatro mortes em julho de 2015 (Foto: Marcos Ermínio)

O número de acidentes envolvendo motociclistas em Campo Grande, nos primeiros seis dias deste mês, é maior que a metade dos registrados durante julho do ano passado. Conforme dados do GGIT (Gabinete de Gestão Integrada de Trânsito), em 2015 ocorreram 38 mortes no trânsito da Capital, sendo que no ano passado, no mesmo período, foram 74.

Nas últimas 48 horas, foram registradas duas mortes envolvendo motociclistas. Antônia Francielle Alves de Jesus, 20 anos, morreu durante uma colisão entre uma moto, no qual era passageira, e um veículo Pálio, na Rua Dinamarca, no Jardim Batistão.

Após a colisão, o motorista ainda andou por cerca de 100 metros com uma das vítimas em cima do capô e só parou depois que o carro enguiçou. Eduardo dos Santos Cardoso, 24, contou a policia que seguia na via e foi surpreendido por uma motocicleta que entrou em sua frente. Ao desviar para evitar o acidente, o condutor bateu na traseira da moto que estava o casal. Ele acredita que a motocicleta estava com a luz de sinalização apagada.

Durante a madrugada de hoje (6) o motociclista Leandro Andrade Nunes, 24 anos, morreu na Santa Casa, em decorrência de um acidente de trânsito na noite de ontem (5), na Avenida dos Cafezais, no Jardim das Macaúbas.

A vítima seguia em uma moto Yamaha Fazer 250, pela avenida, quando colidiu com um poste de iluminação pública. A vítima sofreu vários ferimentos, foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e encaminhada para a Santa Casa, onde morreu.

Durante todo o mês de julho de 2014, o GGIT registrou seis mortes, envolvendo motociclista, sendo que até esta segunda-feira, o órgão calculou quatro óbitos em 2015. Neste mês ocorreram quatro mortes no trânsito, mas somente uma não envolveu motos.

Das 38 mortes na Capital em 2015, 26 motociclistas foram as vítimas.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário