ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEXTA  23    CAMPO GRANDE 30º

Capital

Encontrado morto em banheiro foi esfaqueado por colega de quitinete

O suspeito de ter cometido o crime tem 37 anos, era vizinho da vítima e ainda não foi localizado

Por Viviane Oliveira e Bruna Marques | 30/03/2021 08:42
Hoje de manhã o proprietário da vila de casas foi fazer a limpeza no local onde o rapaz foi encontrado morto (Foto: Henrique Kawaminami)
Hoje de manhã o proprietário da vila de casas foi fazer a limpeza no local onde o rapaz foi encontrado morto (Foto: Henrique Kawaminami)

Foi identificado como Hudson Thiago de Souza, 28 anos, o homem encontrado morto com a faca cravada no peito por volta das 21h30 de ontem (29), no banheiro da quitinete do colega de 37 anos, suspeito pelo assassinato. O caso aconteceu na Rua Bartolomeu Mitre, no Jardim Noroeste, em Campo Grande.

Segundo o proprietário da vila de casas, que pediu para não ter o nome divulgado, tanto o autor quanto a vítima moravam no local há alguns meses. Um residia na casa 4 e o outro na 6. Hudson, segundo a polícia, foi morto na noite do domingo (dia 28) quando participava de um churrasco e consumia bebida alcoólica na casa do autor, que após o crime fugiu e ainda não foi localizado. Os dois eram amigos.

Ainda não se sabe o motivo para o homicídio. Uma garrafa de pinga foi encontrada ao lado do corpo no banheiro. “Não sei o que pode ter acontecido. Eles eram bem tranquilos e pagavam o aluguel certinho. Os dois têm mulheres e filhos", disse o dono das quitinetes.

Hudson foi encontrado morto no banheiro da quitinete do vizinho (Foto: Direto das Ruas)
Hudson foi encontrado morto no banheiro da quitinete do vizinho (Foto: Direto das Ruas)

A vítima, segundo ele, trabalhava numa empresa de cerca elétrica e o autor numa transportadora. Hudson, que estava desaparecido desde o fim de semana, foi encontrado pelo amigo, que foi até o local e se deparou com a cena.

Além da faca cravada no peito, a vítima tinha ferimentos no pescoço. O corpo foi levado ao Imol (Instituto de Medicina e Odontologia Legal) para exame necroscópico. Hoje de manhã, a reportagem foi até o local, mas não encontrou nenhum familiar da vítima, nem do autor. Apenas o dono do imóvel estava na residência fazendo a limpeza. O caso segue sob investigação da delegacia de Polícia Civil da área.

Outra faca suja de sangue foi encontrada em um dos cômodos da quitinete (Foto: Henrique Kawaminami)
Outra faca suja de sangue foi encontrada em um dos cômodos da quitinete (Foto: Henrique Kawaminami)


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário