A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

08/01/2016 18:31

Equipe móvel usará videomonitoramento para tentar melhorar atendimento

Alan Diógenes
Bernal assina compromisso de acabar com superlotação em unidades de saúde. (Foto: Marcos Ermínio)Bernal assina compromisso de acabar com superlotação em unidades de saúde. (Foto: Marcos Ermínio)
Equipe móvel contará com 2 carros e 20 médicos a disposição da saúde. (Foto: Marcos Ermínio)Equipe móvel contará com 2 carros e 20 médicos a disposição da saúde. (Foto: Marcos Ermínio)

A equipe móvel composta por 20 médicos e dois veículos lançada pela Prefeitura Municipal custou aos cofres públicos R$ 800 mil e pode colocar fim a superlotação nas UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) e CRSs (Centros Regionais de Saúde) de Campo Grande. Através de videomonitoramento das câmeras instaladas nos postos de saúde, os especialistas podem verificar onde existem filas para dar o suporte.

O questionamento é se todas as unidades estiveram lotadas, como a equipe irá atuar? Conforme apurado pelo Campo Grande News, por exemplo, pacientes precisam esperar até cinco horas por atendimento nas UPAs. Há casos que essa espera chega até mesmo a 14h.

O secretário municipal de Saúde Ivandro Fonseca prometeu, durante o evento de lançamento do serviço, que a equipe irá conseguir dar o suporte mesmo nesta situação. “Já tínhamos a equipe móvel em 2013 e funcionava bem antes da saída do prefeito. Agora voltamos com força máxima. É uma referência nacional porque a Capital é a primeira a ter este serviço. Ela está aí exatamente para diminuir a superlotação nas unidades de saúde da cidade”, explicou.

O prefeito Alcides Bernal (PP) aproveitou o momento para mostrar os números referentes a saúde. Segundo ele, quando reassumiu a administração municipal, eram feitos 9 mil atendimentos nos postos de saúde por dia e depois de cinco meses, o número saltou para 16 mil, muito se dá por conta da epidemia de dengue.

Ele afirmou ainda que os exames também aumentaram, entes eram 300 por dia, agora são 1,5 mil. “Sem falar na fila de espera para consultas que quando chegamos eram de 60 dias e hoje em casos específicos chegam a 24h”, destacou.

O atendimento nas seis UBS (Unidade Básica de Saúde) do Tiradentes, Coronel Antonino e Vila Manoel Taveira, que abrange os bairros Santo Amaro, Panamá, Coophatrabalho e Santa Carmélia foi ampliado. As unidades continuarão atendendo das 7h as 11h e das 13h às 17h os pacientes menos graves, mas um horário estendido das 7h às 21h, sem interrupção, atenderá somente os pacientes com suspeita de dengue, chikungunya e zika vírus vindos das UPAs.

A base da equipe móvel ficará na Sesau (Secretaria Municipal de Saúde Pública), onde irão acompanhar o atendimento nas unidades através de telas. Segundo o secretário de saúde, os especialistas também terão um aplicativo no celular, assim com os demais servidores da secretaria e o prefeito, para acompanhar o atendimento nas unidades de saúde. Ele disse que a ideia também é distribuir o aplicativo para a população.

Também durante o evento foi lançada a Oficina Ortopédica para atender os pacientes da Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) de forma itinerante. No evento, foram entregues pela prefeitura equipamentos médicos como desfibriladores, cilindros de ar, pranchas de imobilização, cadeiras de rodas e próteses.

Promessas – O prefeito e seu secretariado prometeu investir ainda neste ano R$ 5 milhões na reestruturação da saúde na Capital e na contratação de mais 100 médicos, fora os 100, segundo ele, já contratados recentemente.

Ele também disse que irá montar uma equipe, com 1 representante de cada secretaria, para a elaboração de um plano de cargo, carreira e salário para os servidores municipais.

Brinquedos feitos por detentos são doados para crianças em escola
Parceria feita entre a a Semed (Secretaria Municipal de Educação) e a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) garantiu ne...
Falta de pagamento faz prefeitura suspender hemogramas na rede pública
A falta de pagamento para um fornecedor de insumos fez com que a prefeitura de Campo Grande suspendesse a partir desta quarta-feira (13) a realização...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions