ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SEGUNDA  10    CAMPO GRANDE 20º

Capital

Escolas de samba pedem R$ 457 mil do Estado para garantir Carnaval

Este valor representa uma diferença de R$ 77 mil em relação ao ano passado quando a Lienca solicitou ao Estado R$ 380 mil

Por Maressa Mendonça | 31/10/2019 13:00
Desfile das escolas de samba na Praça do Papa, em Campo Grande (Foto: Divulgação/Prefeitura)
Desfile das escolas de samba na Praça do Papa, em Campo Grande (Foto: Divulgação/Prefeitura)

O orçamento feito pelas escolas de samba de Campo Grande para garantir o Carnaval 2020 é de R$ 457 mil. Isto representa um crescimento de 16,84 % em relação ao ano passado, quando a Lienca (Liga das Entidades Carnavalescas de Campo Grande) solicitou ao Governo do Estado R$ 380 mil. A festa está prevista para as noites de 24 e 25 de fevereiro.

De acordo com o presidente da Lienca, Eduardo Neto, este acréscimo de R$ 77 mil em comparação com o orçamento do ano passado tem relação com “o aumento no preço dos produtos e serviços do setor, um problema agravado pelo fato do Governo efetuar o repasse sempre tardiamente”, disse.

Neto conversou ontem com a presidente da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, Mara Caseiro e apresentou a reivindicação. Também participaram da reunião o secretário adjunto, Max Freitas, o assessor Zito Ferrari e a advogada Mari Junges, do Departamento Jurídico da Fundação.

O assunto agora deverá ser retomado por Mara Caseiro com os secretários Especial de Governo Carlos Alberto Assis e de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel.

Para agilizar os trâmites da liberação do recurso, o presidente da Lienca sugeriu também a criação de um grupo de trabalho composto por integrantes da Liga e dos departamentos jurídico, técnico e financeiro da Fundação de Cultura. O objetivo é liberar a verba até o início de janeiro.

Além da solicitação feita ao Governo do Estado, os integrantes da Lienca devem pedir recursos para a Prefeitura. “No final, junta-se tudo para a realização do Carnaval a manutenção da tradição dos desfiles das escolas de samba 2020”, explica Neto.

Segundo Neto, os repasses devem garantir também melhorias na infraestrutura como tendas, arquibancadas, sonorização, banheiros químicos, grades de contenção, camarotes, torres para jurados e outras necessidades.