A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

27/06/2013 14:39

Estudante de 17 anos é esfaqueado dentro da sala de aula no Aero Rancho

Nadyenka Castro e Viviane Oliveira

Um estudante de 17 anos foi esfaqueado dentro da sala de aula, por volta das 11 horas desta quinta-feira, em Campo Grande. Ele é aluno da Escola Estadual Professor Silvio Oliveira dos Santos, no bairro Aero Rancho e foi ferido durante briga com um adolescente da mesma classe.

Apesar de o menino ferido não estar na faixa etária avaliada pela Pense (Pesquisa Nacional do Escolar), o caso pode ser um exemplo do que mostram os números sobre o que acontece no ambiente escolar quando o assunto é violência: Campo Grande é a capital da região Centro-Oeste do País com maior número de estudantes entre 13 e 15 anos que já se envolveram em brigas com facas em escolas.

De acordo com a Polícia, a briga desta quinta-feira aconteceu ao fim da aula, quando o professor saía da sala junto com outros alunos. O adolescente foi esfaqueado abaixo da axila e foi socorrido pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) ao Hospital Regional.

Uma equipe da Secretaria Estadual de Educação foi à escola conversar com os professores sobre o episódio.

Números – Conforme o levantamento do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) feito ano passado com 1953 estudantes do 9º ano de 55 escolas públicas e privadas da Capital, 10,6% deles disseram que já se envolveram em brigas com facas em colégios.

Destes que afirmaram já ter brigado, a maioria é menino e estudante de escola pública (10,8%). Alunos da rede privada representam 8,9%.

A pesquisa aponta que a região Centro-Oeste é a com maior índice de estudantes ‘brigões’: 8,4%. A média do País é 7,3%.

Adolescente que feriu colega disse que levou faca à escola pela 1ª vez
O garoto de 16 anos que esfaqueou o colega de sala, de 17 anos, nesta quinta-feira, foi apreendido e disse à Polícia Civil que esta foi a primeira ve...
Após confusão, homem é atingido com um tiro em conveniência da capital
Um homem de 20 anos ficou gravemente ferido depois de ser atingido na região lombar por disparo de arma de fogo quando estava em uma conveniência loc...


Nós pais não estamos preocupados com números e sim com a vida de nossos filhos isso não pode continuar dentro da escola tem que ter mais segurança a escola não é um clube.
 
carla michele mesa em 28/06/2013 06:33:10
Isso é o futuro do Brasil, adolescentes, jovens, sem respeito, sem limites, tem que se ensinar a esses adolescentes que o direito de um termina quando começa o do outro, mas no país da IMPUNIDADE, não dá nada matar hoje, cadê o ECA? Só se falam nos direitos das crianças e dos adolescentes, cadê as obrigações? Ninguém fala, ninguém ensina. Isso é uma vergonha notícias como esta, cada vez mais rotineira.
 
Andreza Souza em 27/06/2013 16:57:13
Se um infeliz desse faz uma coisa dessas com meu filho, eu não quero saber que idade tem, faço ele comer tudo o que ele nunca pensou em comer.
 
Lucas da Silva em 27/06/2013 15:27:45
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions