A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

15/04/2011 11:44

Estuprador da UFMS não foi reconhecido antes porque retratos falados não ajudaram

Vivianne Nunes
Retratos falados feitos pelas primeiras vítimas não pareciam com Robson (Foto: João Garrigó)Retratos falados feitos pelas primeiras vítimas não pareciam com Robson (Foto: João Garrigó)
Outra imagem descreve de maneira infiel a imagem do autor dos estupros (Foto: João Garrigó)Outra imagem descreve de maneira infiel a imagem do autor dos estupros (Foto: João Garrigó)

A primeira das oito vítimas feitas pelo estuprador Robson Vander Lan, 29 anos, em Campo Grande, foi atacada pelo acusado no dia 05 de maio do ano passado. Desde então, várias mulheres foram violentadas pelo tatuador, no entanto, um agravante atrapalhou as investigações policiais de chegarem imediatamente até ele. As características apresentadas pelas vítimas para a elaboração dos retratos falados não traduziam de maneira fiel, a imagem de Vander Lan.

Na Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher), a delegada Christiane Grossi de Araújo Rocha, afirmou ao Campo Grande News que a acadêmica atacada por ele na UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) na última segunda-feira (11), apresentou o que ela chamou de “equilíbrio impressionante”, que facilitou a confecção do retrato falado, inclusive a narração de detalhes como as mais de cem tatuagens que possuí pelo corpo.

Na noite desta quinta-feira, policiais civis de Campo Grande prenderam Erlan Bezerra Vieira, 29 anos. Ele estuprou uma jovem de 20 anos no dia 17 de janeiro próximo ao cruzamento da Rua Rui Barbosa e Avenida Mato Grosso e confessou o crime afirmando que estava em ‘crise’ conjugal. Casado, pai de uma filha de três anos, o acusado trabalhava como garçom em um local bem freqüentado. A semelhança entre os dois casos, segundo a delegada, é o fato de que ambos não seriam julgados como pessoas de má índole em meio à outras pessoas.

“O Robson mesmo, tirando as tatuagens que chamam a atenção, seria uma pessoa bem vista em qualquer local”, afirmou a delegada. Em situação como as enfrentadas pelas vítimas de Robson e de Erlan, a polícia orienta que as vítimas “mantenham a calma para manter a integridade física”, afirmou.

Eventos de Natal, inauguração de igreja e obras interditam 9 ruas na Capital
A Agetran (Agência Municial de Transporte e Trânsito) informa que pelo menos 9 ruas terão o tráfego impedido neste domingo (17) em Campo Grande. O fe...
Bandidos armados com faca usam carro prata para assaltar vítimas
Dois homens armados com faca em um carro prata - com placas HTI-8594 - assaltaram ao menos duas vítimas, na madrugada deste domingo (17), no Bairro C...
Promotoria e prefeitura firmam acordo para recuperar área de preservação
Foi celebrado entre o MPE (Ministério Público Estadual) e a prefeitura de Campo Grande acordo para recomposição da vegetação nativa da área de preser...
Concurso recebe inscrições para 83 vagas técnico-administrativas
Seguem abertas as inscrições para o concurso que oferece 83 vagas para técnico-administrativos em Educação na UFMS (Universidade Federal de Mato Gros...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions