ACOMPANHE-NOS    
ABRIL, QUINTA  02    CAMPO GRANDE 33º

Capital

Exames preventivos serão oferecidos a servidores em ônibus equipados

Iniciativa visa a detecção precoce do câncer e reduzir gastos da Prefeitura com tratamento da doença.

Por Anahi Gurgel e Yarima Mecchi | 29/03/2017 17:34
Ônibus do Hospital Alfredo Abrão estacionado no IMPCG. Servidores terão acesso a exames preventivos. (Foto: Divulgação)
Ônibus do Hospital Alfredo Abrão estacionado no IMPCG. Servidores terão acesso a exames preventivos. (Foto: Divulgação)

Assegurar a saúde de servidores municipais por meio da prevenção e detecção precoce do câncer e reduzir gastos com os tratamentos. Esse é o principal objetivo de uma iniciativa lançada na manhã desta quarta-feira (29) entre a Prefeitura e o Hospital do Câncer Alfredo Abrão.

Trata-se do Programa de Prevenção do Serviço e Assistência à Saúde dos Servidores Públicos Municipais, que oferece exames preventivos sem custo adicional aos funcionários e dependentes ligados ao IMPCG (Instituto Municipal de Previdência de Campo Grande). Os exames são realizados em dois ônibus de propriedade do Hospital do Câncer.

Os veículos estão devidamente equipados com máquinas de alta tecnologia com capacidade de detectar até os menores tumores. O investimento em cada ônibus foi de R$ 5 milhões. Além de realizar exames de mamografia e para detecção de câncer de pele, de próstata (PSA) e colo de útero (papanicolau), as unidades estão estruturadas para realização de cirurgias de até média complexidade.

Um dos veículos está estacionado na sede do IMPCG, porém, as duas unidades percorrerão todas as 4 macro-regiões do município para atendimento da demanda extra que a instituição não consegue atender. Os consultórios itinerantes podem atender até mil pessoas por dia.

O oncologista Fabrício Colacino, coordenador do programa, ressaltou a importância da parceria. “Um paciente que encontra tumor pequeno, em estágio inicial, tem uma chance de cura que chega a 90%. Quando o diagnóstico é tadio, a sobrevida é reduzida em 20%”, alerta.

Oncologista Fabrício Colacino, durante lançamento de programa de prevenção e assistência à saúde de servidores. (Foto: Marcos Ermínio)
Oncologista Fabrício Colacino, durante lançamento de programa de prevenção e assistência à saúde de servidores. (Foto: Marcos Ermínio)

Ele disse ainda, que, além de facilitar a identificação de doenças rapidamente, o programa leva a Prefeitura a economizar com tratamentos. “Quando detectado precocemente o câncer, sua cura tende a ser menos custosa para a gestão pública. Os tratamentos são mais rápidos e as cirurgias mais simples, sem mutilações. O paciente não sofre tanto e, muitas vezes, nem precisa fazer radioterapia e quimioterapia, por exemplo. Pacientes com estágio mais avançado, geram mais custos aos cofres públicos”, conclui.

Estrutura - Cada veículo, contará com 12 profissionais, que participarão diretamente do atendimento, além de uma equipe com 70 pessoas cadastradas para dar suporte durante as viagens, em forma de rodízio.

O ônibus que ficou à disposição para atendimento dos servidores municipais no IMPCG tem 4,32 metros de altura e 14 metros de comprimento, dividido entre a sala de exames ginecológicos, sala de mamografia, consultório médico e centro para pequenas cirurgias.

Todos os atendimentos dos servidores serão realizados somente após encaminhamento do IMPCG, onde são agendadas as datas e os horários. A meta é atender pelo menos 40 mil servidores e dependentes.