A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

17/12/2011 14:10

Falta de celular anunciado em oferta gera confusão em supermercado

Aline dos Santos e Fernando da Mata

Consumidores relatam que a propaganda não dava destaque à quantidade em estoque

Promoção de celular por R$ 199 acabou em muita reclamação de consumidores na manhã deste sábado no supermercado Extra, em Campo Grande. Os clientes viram a oferta na televisão ontem à noite e foram cedo à loja, que funciona 24 horas.

Mas, no local, não encontraram o produto, vendido por até R$ 599. “Vi o anúncio ontem às 23h30. Cheguei às 6h30 na loja e falaram que tinha acabado”, conta a estudante Katitayana Silva Galvão, de 15 anos.

O motorista Júlio César Rosalino, de 48 anos, afirma que o gerente informou que o estoque havia acabado. “Vi o anúncio ontem, mas hoje já não tinha mais”, relata.

A assessoria de imprensa do Extra informou que a promoção “Plantão de Natal” valia para hoje e amanhã, mas até a duração do estoque. Ainda segundo a assessoria, o mínimo disponível seria cinco unidades, contudo, a loja disponibilizou cem aparelhos para venda.

Os consumidores relatam que a propaganda não dava destaque à quantidade em estoque. A confusão só foi contornada quando o supermercado ofereceu outros aparelhos, com menos recursos, pelo mesmo valor. Conforme os clientes, a medida foi tomada somente após a chegada da reportagem.

Em vez do modelo Samsung B-652 Omnia, com GPS, Wi-Fi e Bluetooth, Katitayana levou para casa um celular menos “incrementado”. Segundo Júlio César, o supermercado ofereceu outros dois modelos. Ele também acabou levando um dos celulares oferecidos.

Já a assessoria de imprensa informou que foram colocados outros nove modelos à disposição dos clientes.

Regras - Superintendente do Procon, Lamartine Ribeiro explica que o consumidor tem direito a um produto igual ou superior ao que está em promoção quando, dentro do prazo de vigência da oferta, não foi informado que o preço diferenciado era válido somente até o fim do estoque.

Se a propaganda traz o informativo, a empresa não tem obrigação de oferecer outra opção para o cliente. Ele lembra que a propaganda deve ser clara e que as grandes redes, em geral, cumpre o exigido no Código de Defesa do Consumidor.

Durante a semana, o cliente pode acionar o Procon, que tem poder de polícia para entrar na loja e conferir se há mercadoria em estoque. No fim de semana, o órgão não tem plantão em Campo Grande.

Promotoria e prefeitura firmam acordo para recuperar área de preservação
Foi celebrado entre o MPE (Ministério Público Estadual) e a prefeitura de Campo Grande acordo para recomposição da vegetação nativa da área de preser...
Concurso recebe inscrições para 83 vagas técnico-administrativas
Seguem abertas as inscrições para o concurso que oferece 83 vagas para técnico-administrativos em Educação na UFMS (Universidade Federal de Mato Gros...
Vice-governadora visita projeto em que detentos reformam escolas
O projeto "Pintando e Revitalizando a Educação com Liberdade", desenvolvido pelo Poder Judiciário estadual, foi conhecido e elogiado na sexta-feira (...
Crianças do Vespasiano Martins recebem Papai Noel e ganham presentes
As crianças do loteamento Vespasiano Martins, na periferia de Campo Grande, receberam a visita especial do Papai Noel neste sábado (16). Foram distri...


Ontem(16.12.2011) o rapaz que faz anúncio dentro da Loja do Extra estava anunciando o referido celular, assim que eu ouvi fui até o piso superior e o atendente disse que já havia acabado. Incrivel isso...Como anunciar dentro da própria loja um produto que nao existe. Esse é o EXTRA!!!!
 
sueli márcia costa em 18/12/2011 03:22:36
Juizado Geral neles!
 
Flávio Nakazato em 17/12/2011 08:21:42
O Extra tinha que vender um modelo que tivesse as mesmas caracteristicas pelo mesmo preço, pode até ser de marca diferente. Se você não cobra a Lei, mais uma vez nada acontece. Faça valer seus direitos. Não peça, EXIJA!
 
Marcelo Max em 17/12/2011 07:38:51
Pois é. Tem que existir um órgão competente para punir esses comércios que fazem isso. Já passei por este tipo de situação outras vezes nesse mesmo local. Vamos agir moçada...
 
Roselene de Lurdes em 17/12/2011 07:06:55
Eles fizeram isso com uma promoção de pneus eu fiu la comprar 4 e ao chegar lá advinha nao tinha nenhum o meu marido fez aquele escandalo o que aconteceu eles deram um outro no mesmo valor e para variar eles fazem esses anuncios só nós finais de semana porque o PROCON ESTA FECHADO agora me fala o que o procon faz a respeito nada vezes nada ele tinha que ficar aberto no mesmo horario do comercio.
 
sylmara rezende fagundes em 17/12/2011 05:52:02
Brasileiro reclama de+;vai ao camelódromo e pronto...
 
Carlos Renato Lopes em 17/12/2011 05:09:45
Procon, pra que serve mesmo???!!!
 
Oswaldo Benites em 17/12/2011 03:33:43
O procom nessas datas tem que ter um plano de plantão, para os comsumidores ficarem protegidos, eu fui não levei porque eu queria um cel igual ou superior era o meu direito. e agora???
 
sandra lima em 17/12/2011 03:17:33
o extra continua fazendo isso ........alias sempre fez.
 
DALVA PEREIRA FERREIRA em 17/12/2011 03:16:15
Hi-Fi? Celular + Vodka + Refri de Laranja?
 
Marcelo em 17/12/2011 02:47:40
Mais uma vezzzzzz o campeão dos anúncios ilusórios, e nada. Nadica de nada de procon atuar
 
Orlando Lero em 17/12/2011 02:23:04
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions