A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Novembro de 2019

01/11/2019 09:42

Família aciona polícia e vai processar mãe que espancou aluna em escola

Adolescente passa por exame de corpo de delito na Delegacia de Proteção à Criança

Izabela Sanchez
Imagem reproduz momento em que a mãe dominou a adolescente enquanto a agredia (Foto: Reprodução)Imagem reproduz momento em que a mãe dominou a adolescente enquanto a agredia (Foto: Reprodução)

A família da adolescente de 14 anos, estudante da Escola Estadual Rui Barbosa, em Campo Grande, espancada por uma mãe de aluna que invadiu a escola na quinta-feira (31), já buscou a polícia e pretende processar a agressora. É o que explicou a mãe da vítima, uma vendedora de 38 anos.

Ela contou que a família buscou a polícia imediatamente após saber da agressão. Registraram boletim na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da região central, e na manhã desta sexta-feira (1), a mãe acompanha a adolescente na DEPCA (Delegacia Especializada na Proteção à Criança e ao Adolescente), onde passa por exame de corpo de delito.

“Ela já passou pelo médico, fisicamente ela está bem, mas ficamos em choque, foi complicado. Eu nem conhecia ela [mãe que agrediu]”, contou a vendedora. Ela afirma que a escola prestou todo o socorro necessário à filha, mas reclama da falta de segurança. “É complicado, a escola já está tendo reclamações, foi invasão na escola”, disse.

Ela relatou que pretende, além do boletim, processar judicialmente a agressora e ainda estuda se irá incluir a escola entre as partes responsabilizadas. A mãe vai transferir a adolescente para outro colégio.

“Acesso à minha filha ela não vai ter mais, vou me informar direitinho sobre isso [transferência]. Me informaram que eu posso entrar [na Justiça] contra a escola, mas quero entender se no caso ela agiu de maneira correta ou não”, explicou.

Confira o vídeo da agressão:

Entenda – A adolescente que foi agredida na tarde de ontem tem 14 anos e é estudante do 7º ano. A mãe teria ficado contrariada porque a estudante em questão agrediu a filha dela, “de 12 ou 13”, que segundo os alunos, é estudante do 6º ano.

Em um dos vídeos adquiridos pelo Campo Grande News, a vítima já está caída no chão, quando a mulher puxa o seu cabelo e em seguida sobe em cima dela. A mãe da aluna força a perna na barriga da aluna, enquanto segura no pescoço da garota. “Não encosta a mão nela não. Ela tem pai. Tem mãe”, diz pouco antes de ser levantada por outros alunos.

Alunos do ensino fundamental e médio da Escola Estadual Rui Barbosa – aproximadamente 50 - protestam, na manhã desta sexta-feira contra a falta de segurança que permitiu que, no final da tarde de quinta-feira a mãe entrasse na escola.

A reportagem entrou em contato com a SED (Secretaria Estadual de Educação), por meio da assessoria de imprensa, mas ainda não obteve resposta.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions