A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

10/09/2012 20:50

Família acusa hospital particular de descaso em atendimento a idoso de 84 anos

Viviane Oliveira
Com as fotos em mãos, Kamila disse que pretende entrar na justiça contra o hospital. (Foto: Simão Nogueira)Com as fotos em mãos, Kamila disse que pretende entrar na justiça contra o hospital. (Foto: Simão Nogueira)

Hoje o idoso Rubens Teodoro de Souza, de 84 anos, está isolado em um quarto por causa de uma bactéria hospitalar. Após 7 meses de internação, a família culpa o Hospital Adventista do Pênfigo pela situação e fala em descaso com o paciente.

A filha do Rubens, Kamila Riquelme de Souza, de 25 anos, conta que o pai deu entrada no dia 14 de março por desnutrição aguda e o caso dele foi se agravando por falta de cuidados da equipe de enfermagem.

Kamila disse que resolveu tornar público o drama que o pai está vivendo, após reclamar sem sucesso várias vezes na direção do hospital.

Ela relata que por falta de cuidados o pai desenvolveu um estágio avançado de úlcera por pressão, mais conhecida como escara, por ficar quatro meses na mesma posição.

“Neste período meu pai pegou pneumonia três vezes, depois de duas semanas descobrimos que o médico havia receitado inalação, porém até aquele dia não havia feito nenhuma”, lamenta.

A bactéria hospitalar, afirma a filha, foi contraída por contato das fezes com as lesões. Como Rubens chegou a ficar por várias horas sem ser trocado, as fezes entrou em contado com as feridas provocadas pelas escaras.

Por conta disso o idoso teve que passar por um uma colostomia - procedimento cirúrgico onde se faz uma abertura no abdômen para drenagem fecal.

“A minha tristeza é que ele chegou para tratar de uma enfermidade e a cada dia está piorando”, disse, acrescentando que pelo fato do pai ser idoso a atenção deveria ser redobrada.

Kamila reveza com dois irmãos as noites no hospital com o pai. “O pior de tudo é que ele pagou a vida inteira por um plano de saúde e agora que precisa está passando por esta situação”.

Ela tirou fotos das feridas do pai, dos curativos com a data vencida e pretende entrar na justiça contra o hospital. “Meu pai cheira mal, nem parece que está internado em um hospital particular”, desabafa.

O hospital informou via assessoria de imprensa que vai apurar a denúncia para tomar as devidas providências.

Terminal rodoviário de Campo Grande oferece cartões de Natal gratuitos
A rodoviária de Campo Grande, mais um ano, oferece gratuitamente cartões de Natal gratuitamente para os passageiros que passarem pelo local até o pró...
Universidade do MS recebe certificação de excelência em gestão
Será recebida pela UCDB (Universidade Católica Dom Bosco) em solenidade que acontece na próxima segunda-feira (18) o certificado de excelência em ges...
Águas Guariroba continua com campanha de renegociação de dívidas
Vai até o dia 29 deste mês a campanha "Fique em Dia", realizada pela Águas Guariroba para renegociar as dívidas que os consumidores têm com a empresa...
Prefeitura e TJ prorrogam renegociação de dívidas ajuizadas até 3ª
O programa de refinanciamento de dívidas da Prefeitura de Campo Grande foi prorrogado até o dia 19 de dezembro, a próxima terça-feira, no Centro de C...


essa familia tão maltrada,como relata a reportagem acima, como filhos preocupados com o pai deveria pedir transferencia para outro hospital,eu como filha jamais deixaria meu pai nessa situação,a familia é tão culpada qto o hospital,outra o hospital é particular,mas os tecnicos não é particular do paciente,então o acompanhante ,tambem pode ajudar,nunca esperei só pela enfermagem,
 
ana lucia em 20/09/2012 10:01:14
Camila filha de autora da denuncia presenteou antes da denuncia Técnicos e enfermeiros Hospital adventista do pênfigo com um chaveiro dizendo o sangue de Jesus salva e um cartão dizendo: OBRIGADO PELO TEU CUIDADO E CARINHO COM MEU PAI... E QUE DEUS TE ABENÇOE.
 
Roberto de Almeida em 20/09/2012 09:30:33
fatos são fatos. o hospital tem como obrigação por ser um hospital particular, cuidar bem dos pacientes como seja que ele estiver... criticar a familia é facil, dificil é ter que ficar lá 24hs e ver o descuidado sem poder reclamar. se reclamamos não nos dão ouvidos... hj Rubens poderia estar em casa em recuperação, mas esta internado e isolado por infecção generalizada e com ulceras por pressão.
 
douglas felipe em 17/09/2012 08:32:18
olá sou filha do rubens o rubão, n vou ficar aqui discutindo o que foi e o que n foi, isso será dito em juízo, muito obrigado as pessoas q apoiaram q realmente sabe como é o hospital, só quem esteve aqui muit tempo sabe realmente como é. mas ´´A JUSTIÇA SERÁ FEITA`` grata
 
jéssica souza em 14/09/2012 09:07:22
é imprecionante como pessoas tem coragem de usar meios de comunicações sérios
para fazer cenas e defamar quem faz o melhor que pode para dar conforto para o próximo, conheço o trabalho desse hospital e conheço o caso em questão,é!! a fonte esta secando, tem que garantir o futuro né, ? desleixo? olhem para si, primeiro.
 
maria moura em 13/09/2012 08:41:28
sou a filha do paciente mencionado resolvi expor td isso pq n houve melhoras no atendimento temos que ficar chamndo apitando a campanhia e as enfeiras sempre falam ja vai e nisso somem pelo corredor demora no banho ,na troca de fralda n mudavam ele de posição na cama expos pq desleixo contra saude é crime!é por isso que estamos lutando p n acontecer mais tratar as pessoas com humanidade e respeito
 
kamila riquelmes de souza em 12/09/2012 08:50:15
O hospital do Penfigo para mim e' referencia! Parte espiritual e parte física andam juntas! Afinal e' em Deus que buscamos forcas para passar por dificuldades e injustiças; Fico admirada com a atitude da equipe de enfermagem ,cantando e orando e pedindo sabedoria para atender os pacientes da maneira correta! Criticar e' fácil, aprenda a ver o lado bom! E aprendam a procurar a verdade dos fatos!
 
Elizângela Sandim em 12/09/2012 01:50:27
MAS FILHA,POR QUE VOCES QUE SÃO SEIS IRMAÕS NÃO VIRAM ANTES OQUE ESTAVA ACONTECENDO,DEIXANDO PASSAR TANTO TEMPO PARA TOMAR PROVIDENCIAS????MEU PAI FICOU UNTERNADO NO UNIVERSITARIO..MESMO SENDO PELO SUS NÃO DEMOS CHANCE PARA ELES,QUANDO A INFERMARIA NÃO FAZIA A GENTE COBRAVA NO ATO..RECLAMAMOS NA DIREÇÃO E FUNCIONOU...QUALQUER COISA APELAM PARA O MINISTERIO PUBLICO,.ELE RESOLVE
 
sandra rojas de oliveira em 11/09/2012 12:05:38
E muito fácil passar a responsabilidade para o hospital, e ficar só de camarote olhando, deve bem cômodo para a família despejar o paciente no leito e cobrar as coisas sem nenhum critério, o quem tem a ver inalação com ulcera por pressão? Vc demonstra ser ignorante e interesseira, se não sabe fazer comida compre pronta. Vá para o fogão .
 
Valeria Junqueira goês em 11/09/2012 11:47:01
Sou fa do jap., sempre busquei atendimento lá, acho ótimo o atendimento, gosto quando fazem oração. Pelos pacientes, acho que precisamos disso também. Quem fala mal desse tipo de conduta e muito ignorante.deus esta neste tipo de lugar também e se interessa pela nossa saúde .você deveria se apegar com deus e pedir a ele pelo seu pai. Acho horrível o que esta fazendo,e vc responsável pelo seu pai.
 
Josefa m nogueira em 11/09/2012 11:40:30
Se ele já internou com desnutrição o descaso e da família e desnutricao causa ulceras com muito mais facilidade, acho muito feio o que estão. Fazendo com seu pai expondo ele dessa forma, vc diz que reveza com seus irmãos acho muito difícil isso pois o seu pai esta morrendo em cima da cama e com certeza e por culpa da família muito mais que da enfermagem. Vá cuidar do seu pai e de ele dignidade
 
Mariana Corrêa em 11/09/2012 11:24:31
Fui acompanhante. Muito tempo vizinho de seu pai , e nunca vi outra pessoa além de duas senhoras e um rapaz . Portanto seis acompanhante nunca houveram. Meu pai sempre foi muito bem tratado, e não procede tal informação, e humanamente impossível enfermagem o tempo todo dento do quarto, e vc quem tem que cuidar do seu pai, mudar-lo de lado e atentar suas queixas.acho que você só quer se aparecer .
 
Maria de lurdes em 11/09/2012 11:12:22
A familia deve observar o paciente desde o primeiro dia, se chamar a enfermagem e eles não vierem, vá atrás pois no hospital a correria é grande, se vc perceber que o mesmo esta sujo volte a chamar, reclame, o paciente já deu entrada por desnutrição que já é grave, a familia deve ficar de olho e cuidar, não apenas ir no hospital e só ficar olhando. A diferença do sus e particular é o fluxo.
 
Adauto jr em 11/09/2012 10:21:37
É um absurdo que se tenha que apelar para a imprensa quando há um paciente idoso sofrendo. Quem são os responsáveis irresponsáveis desse hospital?? Conheci quando morei aí nessa cidade e sei que ele foi bem cuidado, ñ sei como está hoj ,mais c ele já nem fala por si é porque ñ está recebendo o tratamento devido!! apóio a família!!
 
Josiane pereira da Silva em 11/09/2012 09:54:46
Olha, sinto muito em dizer mas com certeza faltou também os cuidados da família. O idoso tem direito a acompanhante 24h ao lado. É dever do acompanhante monitorar o atendimento dado pelos enfermeiros e cobrar aquilo que acha que não está bom. Minha mãe ficou 3 meses internada em um hospital particular de C.G, minha irmã, eu e uma sobrinha revezavamos para cuidar dela e não teve nenhuma escara.
 
Ana Luiza da Silva em 11/09/2012 09:54:00
Olha so tenho a dizer que a muito tempo sou cliente do hospital, e sempre fui muito bem atendida, quando eu nao concordava ou nao gostava de alguma coisa logo chamava a enfermeira chefe e td se resolvia, e so uma questao de saber conversar e se portar e voces infelizmente por essa atitulde nao tem a minima etica. Lamento muito mais os maiores culpados dessa situcao sao voces.
 
marina ferraz em 11/09/2012 09:52:13
Em fevereiro/2010, levei minha mãe para lá (HAP) com sinais de dificuldades neurológicas. O atendimento foi precário, nenhum neurologista apareceu, mesmo havendo a garantia de que o atendimento seria imediato. Isso conduziu minha mãe para um quadro mais grave e uma sequência de sofrimento para ela e para seus familiares até a data de seu falecimento 01 ano e três meses depois. Lamentável!
 
ELIAS ANTONIO PEREIRA em 11/09/2012 08:34:44
Passei por uma cirurgia lá, foi uma das piores experiências da minha vida. Só p/ exemplificar, a enfermeira machucou toda a minha mão com agulha sem ponta. Os pacientes se matavam de tocar a campainha, para ajuda, enquanto os enfermeiros batiam papo, riam alto ou faziam rodas de oração no corredor. Comi no horário de visitas, pq meu marido me serviu, a refeição foi deixada fora do meu alcance.
 
Andressa Belanda em 11/09/2012 08:24:24
Sera q esta filha quer indenizaçao? nenhum hospital n creio , q trate um ser humano dess forma, e A fAMILIA PERMITIO ISSO.. É pIOR. mais ou menos assim.....
 
Evellyn Balan em 11/09/2012 08:19:06
Lamentávelmente aconteceu um caso de descaso com meu pai também, precisamos remove-lo do HOSPITAL ADVENTISTA para o proncor. No ADVENTISTA o quadro dele só piorava, a equipe médica que o assistia mandou chamar a família pois ele teria poucos dias. No PRONCOR com 8 dias ele recebeu alta, foi para casa e o tivemos conosco por aproximadamente um ano. TIRE SEU PAI DE LÁ SENÃO ELE MORRE ANTES DA HORA.
 
nelson tosta em 11/09/2012 07:55:28
Ignorante é quem acha certo abandonar os pacientes pra ficar rezando. Num momento, estão rindo alto, conversando, ignorando todos os pacientes que estão chamando desesperadamente, precisando de ajuda, e no seguinte, formam uma roda e começam a rezar. Deus quer boas atitudes, e não palavras vãs. Ficará muito mais feliz se eles fizerem um bom trabalho e cuidarem dos pacientes com carinho e atenção.
 
Andressa Belanda em 11/09/2012 04:47:41
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions