ACOMPANHE-NOS    
MAIO, DOMINGO  22    CAMPO GRANDE 14º

Capital

Família de PM morto por motorista bêbado faz protesto no sábado

Por Edivaldo Bitencourt | 07/11/2013 16:45

Familiares e amigos do soldado da Policia Militar, Gilliard Félix da Silva, 31 anos, que morreu após ser vítima de um acidente causado por um motorista bêbado na contramão, faz um protesto contra a impunidade neste sábado. O grupo vai reforçar duas campanhas: “Não foi acidente” e “Viva Vitão”.

O grupo faz um protesto contra a impunidade do condutor da Ford Ranger, Edson Moreira, que dirigia embriagado e invadiu a contramão na BR-163, em março deste ano, e causou a tragédia. Ele obteve a liberdade na Justiça nove dias após o falecimento do soldado da PM.

Além da passeada, com o slogan “Uma caminhada pela Vida. Não foi acidente”, o grupo fará uma homenagem a todas as vítimas de acidentes de trânsito em Campo Grande. O objetivo é mobilizar amigos e familiares de outras vítimas de acidentes de trânsito causados por motoristas irresponsáveis.

Ao final do protesto, assinaturas serão coletadas para o Projeto de Lei 5568/2013, proposto pelo movimento “Não Foi Acidente”. Para assinar é necessário ter em mãos o número do título de eleitor.

A organização pede que as pessoas que perderam parentes no trânsito levem fotos das vítimas. Aqueles que já sofreram algum acidente ou que simplesmente apóiam a causa também estão convidados.

Nos siga no Google Notícias