A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 10 de Dezembro de 2017

04/07/2014 09:54

Família faz churrasco e bingo para pagar cirurgia de menina vítima de acidente

Renan Nucci
Duas pessoas morreram no acidente. (Foto: Da Hora Bataguassu)Duas pessoas morreram no acidente. (Foto: Da Hora Bataguassu)

Churrasco beneficente a ser realizado no próximo domingo (6), na Seleta Sociedade Caritativa e Humanitária de Campo Grande, situada à Rua Pedro Celestino 3283, centro, tem como objetivo arrecadar fundos para custear cirurgias na coluna e no abdômen feitas por Larissa da Silva, 16 anos, vítima de acidente de trânsito.

Segundo Ivoneide da Silva, tia da adolescente, os procedimentos médicos custaram R$ 25 mil, e todo o dinheiro arrecadado no churrasco será utilizado para o pagamento da conta. Cada ingresso custa R$ 20. Durante o evento será realizado bingo com sorteio de diversos brindes.

“Recebemos a doação de roupas, calçados, cosméticos, entre outros. As cartelas vão custar entre R$ 2 e R$ 10, variando de acordo com o item a ser sorteado”, disse Ivoneide.

Além destas promoções, a família também está rifando um telefone celular e uma TV. Os interessados em participar ou obter outras informações, podem entrar em contato com Ivoneide através do telefone: (67) 9268 – 2452.

Acidente – Na noite do dia 9 de junho Larissa viajava com outros familiares em um Honda Civic. Eles voltavam de uma viajem no Paraná, quando se envolveram em um acidente na rodovia BR-267, entre Bataguasseu e Nova Casa Verde, distrito de Nova Andradina, a cerca de 300 quilômetros de Campo Grande.

O carro deles colidiu violentamente contra um VW GolF conduzido por Sebastião de Oliveira, de  48 anos, e que tinha como passageiros o filho de 16 anos, e o sogro Epifânio Antônio Alves, 80, que morreu no local.

No Civic, além da adolescente, também estavam o tio dela, Vanderlei Vieira da Silva, de 35 anos, motorista, o pai Vau Dinar Vieira da Silva, 48 anos, além da avó, Antônia Dinar da Silva, 64 anos, outra vítima fatal.

Na ocasião, os sobreviventes foram socorridos e encaminhados para a Santa Casa de Bataguassu e em seguida, os que estavam em estado mais grave foram para o hospital de Três Lagoas. “Meu irmão Vau ficou em coma, mas se recuperou e acordo recentemente. Ele não se lembra de nada do que aconteceu. Vanderlei está melhor e também recebeu alta, mas será submetido a alguns exames porque vai precisar fazer uma cirurgia no joelho direito”, relatou Ivoneide.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions