A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 23 de Outubro de 2017

02/02/2016 19:36

Família suspeita que chá emagrecedor tenha causado morte de cantora

Mulher tomou chá feito com "noz da Índia" durante 30 dias

Bianca Bianchi
Mulher morreu com parada cardiorrespiratória em posto de saúde na Capital (Foto: Reprodução/Facebook)Mulher morreu com parada cardiorrespiratória em posto de saúde na Capital (Foto: Reprodução/Facebook)

O uso de um produto para emagrecimento, feito a base de substância conhecida como noz da Ìndia, pode ter causado a morte da cantora gospel e estudante de psicologia Ana Claudia Alves da Silva, 38 anos. Esta é, pelo menos, a suspeita de familiares e amigos dela, que levaram o caso à polícia.

Claudinha Felix, como era conhecida, morreu na noite de segunda-feira (1º). Teve uma parada cardiorrespiratória quando era atendida no posto de saúde do bairro Nova Bahia, em Campo Grande. 

De acordo com familiares, Claudinha ouviu falar da "noz da Índia" em uma academia que frequentou no ano passado. Tomou o chá do produto por cerca de 30 dias, mas, passou a apresentar quadros frequentes de falta de ar, inchaço, cansaço, fraqueza no corpo, queda de pressão e até desmaios.

De acordo com a Marisângela Alves da Silva, 34, irmã da vítima, há seis meses Claudinha sentiu um mal estar muito forte e procurou um médico. Foi quando uma cirrose hepática foi diagnosticada.

"Como ela já teve hepatite na adolescência, o uso do chá pode ter agravado a condição de saúde dela. Ela estava na fila do transplante de fígado. Não aguentou esperar", conta Marisângela.

No domingo (31), ela reclamou de falta de ar e foi levada pela irmã ao posto de saúde onde morreu. A família pediu um laudo especial ao IML (Instituto Médico Legal) para confirmar a suspeita e, também, um boletim de ocorrência foi registrado.

A aposentada Neisy da Silva Teixeira, 66 anos, frequentava a mesma igreja que Claudinha e disse que muitos sabiam da condição de saúde da cantora. "O pessoal fazia pedido de oração pela saúde dela. Ficávamos preocupados, mas não sabíamos o motivo", comenta.

Além disso, Neisy conta que chegou a comprar "noz da Índia" para tomar também, mas ao ler as contra-indicações, jogou o produto fora.

Claudinha deixa dois filhos, uma adolescente de 15 anos e um menino de três. O velório ocorria ainda na noite desta terça, no Cemitério Memorial Park. O sepultamento está marcado para as 8h de quarta-feira (03).




Noz da Índa é uma grande enganação e um perigo maior ainda.
Faz perder peso por perda de água e eletrólitos - um risco de morte. Não queima gordura.
Vc perde massa magra.
Deveriam proibir a comercialização deste tipo de "terapia" não ética e não científica.
o Risco de complicações é muito maior que os possíveis benefícios.
Extremamente tóxico.
Falo como Médico, Nutrólogo e responsável clínico pelo Centro de Intoxicações do Estado.
Fica o Alerta.
 
drsandro em 03/02/2016 10:30:56
A Noz da Índia é CONTRAINDICADA para:

Pessoas com problemas cardíacos;
Quem tem problemas urológicos;
Pessoas com problemas gastrointestinais;
Quem tem problemas hepáticos;
Na gravidez ou amamentação;
Idosos;
Crianças;
Alérgicos;
Pessoas em estado de qualquer convalescência;
Quem faz uso de outros produtos de dieta ou medicação.

Cuidado com o que vai tomar!!!!!!!!!
 
ELOAR CASTELACI em 03/02/2016 08:04:13
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions