A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 17 de Janeiro de 2018

16/09/2016 10:23

Familiar nega que vítima de assassinato humilhava clientes e fala em tocaia

Luana Rodrigues e Julia Kaifanny
 Ismael foi morto na porta de casa, na Rua Manoel Pereira de Souza, no Jardim Los Angeles. (Foto: Julia Kaifanny) Ismael foi morto na porta de casa, na Rua Manoel Pereira de Souza, no Jardim Los Angeles. (Foto: Julia Kaifanny)

Testemunhas disseram à polícia que Ismael Antônio da Silva, 46 anos, morto a tiros na porta de casa, na noite de quinta-feira (16), era agressivo, humilhava as pessoas em seu bar, tinha várias amantes e ainda batia na esposa. Em contato com Campo Grande News, uma sobrinha da vítima disse que as informações são infundadas e, inclusive, que desconfia que o tio tenha sido alvo de uma tocaia.

Segundo a mulher de 42 anos, que preferiu que não se identificar, Ismael era uma boa pessoa, não tinha rixas com ninguém, além da própria esposa, filha e genro. “Eles queriam tomar tudo que é dele, a casa, a moto e R$ 30 mil que ele tem no banco, tudo!”, disse.

Conforme a sobrinha, a rixa de família pode ter sido motivo para que Ismael fosse morto. “Como é que ele foi morto na frente do bar e ninguém viu nada? Com certeza viram e estão encobrindo. Para mim foi tudo planejado”, afirma.

Ainda de acordo com a mulher, Ismael era casado há cerca de 20 anos com a mesma mulher, e de um período para cá os dois brigavam muito, mas nega que ele tinha costume de bater nela ou humilhar quem quer que fosse. “Era ela que batia nele, xingava e até tentou matar ele, tudo isso que estão dizendo é mentira”, conta.

O Campo Grande News foi até a casa de Ismael, mas ninguém da família foi encontrado. Uma vizinha de 32 anos, que também não quis dizer o nome, contou que já ouviu brigas entre o casal e que uma vez o marido teria agredido a esposa na frente de todos que estavam no bar dela.

O crime – Ismael foi morto na porta de casa, na Rua Manoel Pereira de Souza, no Jardim Los Angeles, em Campo Grande.

Conforme boletim de ocorrência, a esposa da vítima relatou que Ismael havia saído para fazer cobrança no estabelecimento de um amigo, identificado como Antônio.

Ao retornar para a residência, Ismael a bordo de uma motocicleta ficou aguardando na frente a esposa abrir o portão. Enquanto a mulher foi buscar a chave para destrancar o cadeado, ouviu disparos de arma de fogo e quanto retornou encontrou o marido baleado no chão.

Segundo testemunha, após os tiros o autor se escondeu atrás de um muro e em seguida fugiu. A identidade dele não foi informada.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions