A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

13/05/2014 21:24

Fé e milagres marcam Procissão das Velas em homenagem a santa

Filipe Prado
Milhares de devotos homenagearam Nossa Senhora de Fátima durante procissão (Foto: Marcelo Victor)Milhares de devotos homenagearam Nossa Senhora de Fátima durante procissão (Foto: Marcelo Victor)

Em atos de fé e amor, cerca de 2 mil pessoas compareceram a tradicional Procissão das Velas, realizada há 53 anos, na Paróquia Nossa Senhora de Fátima, no bairro Monte Líbano. A comunidade portuguesa também comemorou o dia da santa com missa e procissão no Clube Estoril, com a presença de mais de 300 devotos.

De acordo com o coordenador da comunidade Nossa Senhora de Fátima, Jeferson Fernandes, está foi a 53º trezena realizada em homenagem a santa. Para a procissão eles distribuíram 1.500 velas, além das levadas pelos devotos. Durante o trajeto de oito quadras, os fiéis rezaram o terço, meditaram e cantaram músicas de celebração.

No meio da multidão, destacava-se o aposentado Aldo Vicente Pereira, 68 anos. Ele participa da procissão há mais de 12 anos, mas desde 2008 o incentivo para a caminhada é diferente. “Em 2008, no dia 11 de maio, minha filha morreu. No dia 13 eu já estava aqui recebendo a graça de Nossa Senhora de Fátima”, revelou.

Em 2011 o segundo filho de Aldo morreu, o que levou o aposentado a ficar mais firme na fé. “Ela nos tem sustentado a cada dia. Nos dado a serenidade de saber que meus filhos estão no céu”, acreditou.

Apoiando-se na fé, a funcionária do Estoril Roselene Columbo Alves, 47, participa há quatro anos da procissão no clube. Ela contou que precisou da ajuda santa por duas vezes e seu pedidos foram atendidos. “A Nossa Senhora de Fátima curou meus dois filhos, um caiu de um caminhão e ficou em coma e a minha filha levou uma facada nas costas. Hoje os dois estão bem”, celebrou.

Na Paróquia Nossa Senhora de Fátima cerca de 2 mil fiéis comparecerão a procissão (Foto: Filipe Prado)Na Paróquia Nossa Senhora de Fátima cerca de 2 mil fiéis comparecerão a procissão (Foto: Filipe Prado)
Mesmo sem histórias de milagres, Elisabete sempre participa da procissão (Foto: Marcelo Victor)Mesmo sem histórias de milagres, Elisabete sempre participa da procissão (Foto: Marcelo Victor)

Nossa Senhora do Rosário de Fátima, como também é conhecida a santa, tem uma das histórias mais conhecidas da igreja católica. A aparição ocorreu pela primeira vez no dia 13 de maio de 1917, na cidade de Fátima, em Portugal, sendo padroeira do país.

"Nós transferimos a devoção e fé da nossa padroeira para os devotos daqui. É uma honra receber as pessoas aqui", comentou o diretor do clube Estoril Fernando Santos Goncalves.

Mesmo não tendo histórias de milagres envolvendo a santa, Elisabete Cotte Gayoso, 69, e Maria de Fátima de Souza Nantes, 58, participaram da procissão em homenagem a Nossa Senhora de Fátima. “Desde criança eu recebo essa fé da minha mãe. Hoje eu aprendi, com essa fé, a valorizar o próximo, por que recebemos muitas graças da nossa senhora”, assegurou Elisabete.

Já para Maria de Fátima a devoção veio a partir de casualidades, como o aniversário do filho que é comemorado no dia 13 de maio e o nome da sogra que também é Fátima. “Eu venho sempre agradecer, pois a Nossa Senhora de Fátima representa tudo para mim. Representa esta espiritualidade linda, maravilhosa”, elogiou.

Após a procissão os devotos celebraram missas em homenagem a santa (Foto: Filipe Prado)Após a procissão os devotos celebraram missas em homenagem a santa (Foto: Filipe Prado)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions