A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

08/09/2015 12:23

Feriado tem quatro mortes nas estradas e PRF flagra veículo a 200km/h

Flávia Lima
PRE trabalhou com efetivo de 50 policiais e fiscalizou 15 mil km de rodovias. (Foto:Divulgação)PRE trabalhou com efetivo de 50 policiais e fiscalizou 15 mil km de rodovias. (Foto:Divulgação)
Radar flagra caminhão a mais de 100 km/h próximo a Coxim. (Foto:Divulgação)Radar flagra caminhão a mais de 100 km/h próximo a Coxim. (Foto:Divulgação)

Apesar da fiscalização intensa da PRF (Polícia Rodoviária Federal) e PRE (Polícia Rodoviária Estadual) durante o feriado prolongado de 7 de Setembro, policiais rodoviários federais flagraram um Ford Fusion a 200 km/h na BR 267, próximo a Bataguassu.

O flagrante aconteceu no sábado (5) e foi registrado por um modelo de radar fotográfico de última geração, utilizado desde junho de 2014 pela PRF. Segundo o inspetor Tércio Baggio, o equipamento pode fotografar e fazer filmagens a partir de 2 quilômetros de distância.

“Com a evolução dos aparelhos, os carros são flagrados em distâncias maiores e as fotos saem mais nítidas”, explica Baggio. Além do Fusion, um caminhão também foi flagrado pelo radar trafegando a 132 km/h na BR 163, em Coxim.

Segundo o inspetor, como os freios do caminhão não são projetados para uma frenagem de emergência, o risco de acidente é maior do que o do veículo. Baggio ressalta que veículos em alta velocidade ainda são uma constante nas estradas, apesar das fiscalizações e multas. “É lamentável essa conduta, que pode acabar em acidentes com mortes.

Os dois motoristas terão a CNH suspensa por um ano e ainda terão que pagar multa de R$ 576,00.
No total foram realizadas 2.256 autuações pelo radar fotográfico e 892 com abordagem. As ultrapassagens indevidas totalizaram 428.

Ao todo, durante a Operação Independência, a PRF fiscalizou 5.458 pessoas e 5.394 veículos. Foram efetuadas dez prisões por embriaguez ao volante, além de 1.287 testes de alcoolemia e 103 autuações.

Foram registrados 14 acidentes sem vítimas e 17 com vítimas, sendo três mortes e 26 feridos. Como no ano passado não houve operação pelo fato de o feriado cair em um domingo, não há comparativos, porém o inspetor Baggio considera relevante os dados referentes aos acidentes. “Nosso ideal é sempre encerrar uma fiscalização sem mortes”, diz.

A PRF utilizou dez radares portáteis, 80 etilômetros, equipamentos usados para o teste do bafômetro, e 60 viaturas na operação, além do reforço de outros órgãos, como Agetran e Polícia Militar.

Estaduais – Já nos trechos sob responsabilidade da PRE, foram computados nove acidentes, com uma morte. A ocorrência foi na MS 430, próximo a Rio Negro, no sábado à noite, após o capotamento de um veículo.

Os policiais rodoviários estaduais vistoriaram 2.419 veículos e abordaram 2.660 pessoas. Foram aplicadas 168 multas e notificações, além de 43 documentos apreendidos.

Quanto as apreensões de drogas, foram apreendidos 554 quilos e 800 gramas de entorpecentes. Só de maconha foram 531 quilos, além de 23 quilos e 800 gramas de pasta base de cocaína.

Os policiais apreenderam sete veículos e recuperaram outros três que haviam sido roubados. Também efetuaram um mandado de prisão e apreenderam sete veículos.

No total, foram vistoriados 15 mil quilômetros de rodovias. A operação contou com 50 policiais que atuaram em dez bases fixas e duas volantes, uma em Bonito e outra em Rio Negro.

De acordo com o coronel Valdir Acosta, pelo fato de ter sido um feriado quatro dias, o número de mortes e acidentes foi considerado dentro do esperado. Ele lembra que de janeiro até agosto houve redução de 35% no número de acidentes com vítimas e de 30% no índice de acidentes gerais.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions