ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, QUINTA  23    CAMPO GRANDE 29º

Capital

“Ficou cego”, diz esposa de homem que matou durante briga

Segundo ela, vítima estava alterada e desferiu socos contra ela, que tentava apaziguar confusão

Por Liniker Ribeiro | 22/03/2021 17:27
Rua onde briga terminou em morte, no último sábado, no Bairro Marcos Roberto (Foto Google StreatVew)
Rua onde briga terminou em morte, no último sábado, no Bairro Marcos Roberto (Foto Google StreatVew)

Grávida de 9 meses, Giovanna Borges da Silva, de 19 anos, apresenta versão diferente para discussão que acabou na morte de Alexandre Toledo Bezerra, de 36 anos, na noite do último sábado (20), no Bairro Marcos Roberto, em Campo Grande. Segundo ela, o marido, Vinícius Carvalho Alves, de 22 anos, “perdeu a cabeça” após a vítima desferir dois socos contra ela, durante confusão.

Em entrevista ao Campo Grande News, Giovanna revelou que Vinícius, autor da facada que matou Alexandre, conhece a vítima há longos anos e que é muito amigo do primo de Alexandre. Inclusive, segundo ela, foi o primo quem chamou o suspeito para “conversar” com a vítima, que estava alterada.

“Ele [Vinícius] trabalhou até 15h, quando chegou, nem trocou de roupa e foi para o bar, beber e jogar sinuca”, conta a esposa, que afirma estar no local do crime, quando tudo aconteceu.

“Quando voltou, o primo do Alexandre estava na frente de casa, chamou o Vinícius e contou a situação, falando que ele estava transtornado, que tinha quebrado tudo, e que tinha entrado na casa de um tio e quebrado também”, detalha.

A esposa também afirma que, perante o pedido do amigo, com quem também trabalha, o suspeito foi até Alexandre, mas como ele “estava alterado”, não teve conversa. “Já foi para cima do Vinícius, foram vindo até na frente da minha casa e a facada aconteceu na hora que o Alexandre veio para cima de mim, me golpeou, meus óculos caíram, assim como meu celular. Eu sou gestante, estou com 9 meses, quando Vinícius viu ele me acertando, ficou cego. Eu fui a única que tentou apaziguar a situação, mas acabei levando”, afirma Giovanna.

Depois da vítima ser atingida, percorreu alguns metros, até que caiu ao chão, já sem vida. A esposa do suspeito ainda declarou que a faca usada no crime estava dentro de casa e que o suspeito pegou depois que a vítima teria pegado uma enxada. “Depois disso, fomos para a casa da minha irmã, de lá ele fugiu”, declarou a esposa.

Segundo ela, Vinícius tem passagens apenas por tráfico de drogas, mas já cumpriu pena e, atualmente, trabalha com carteira registrada. Já a vítima cumpriu pena por homicídio em 2007 e roubo, em 2011.

Giovanna também revelou que, até o momento, não foi chamada para prestar depoimento.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário