A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 23 de Abril de 2019

21/12/2018 09:47

Filho de ex-prefeito é preso após dirigir bêbado e se envolver em acidente

Caso aconteceu por volta das 3h30 desta sexta-feira (21), no cruzamento das ruas Francisco Bento com a Joaquim Murtinho

Viviane Oliveira
Levyzinho Dias posa para foto em momento de lazer (Foto: reprodução/Facebook) Levyzinho Dias posa para foto em momento de lazer (Foto: reprodução/Facebook)

O empresário Emerson Levy Espíndola Dias, 37 anos, conhecido como Levyzinho Dias, filho do ex-prefeito da Capital, Levy Dias, foi preso por dirigir bêbado após acidente de trânsito entre dois veículos. O caso aconteceu por volta das 3h30 desta sexta-feira (21), no cruzamento das ruas Francisco Bento com a Joaquim Murtinho, no Bairro Itanhanga Park, em Campo Grande. A motorista do outro carro envolvido no acidente, Renata Gomes de Mello, 35 anos, também foi presa pelo mesmo motivo.

Conforme boletim ocorrência, Emerson seguia em um veículo Chevrolet Onix, quando no cruzamento se envolveu em acidente com o GM Prisma conduzido por Renata. Policiais do BPMTran (Batalhão de Polícia Militar de Trânsito) foram acionados e no local constataram que os dois motoristas apresentavam sinais de embriaguez.

Eles foram submetidos ao teste do bafômetro e a suspeita da polícia confirmada. O resultado do teste de Emerson foi de 0,77 mg/l miligrama de álcool por litro de sangue. Já o de Renata de 0,76 mg/l. Os dois, então, foram presos em flagrante e levados à Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) onde serão liberados após pagarem fiança arbitrada pelo delegado de plantão. O cruzamento onde ocorreu o acidente é sinalizado com semáforo. 

Multa e prisão - Dirigir sob influência de álcool é infração gravíssima, segundo o CTB (Código de Trânsito Brasileiro). Além de pagar multa no valor de R$ 2.934,70, o condutor perde o direito de dirigir por 12 meses. Em caso de reincidência, o valor dobra para R$ 5.869,40. Além da esfera administrativa, o flagrante pode resultar em prisão se a medição do etilômetro indicar mais de 0,34 miligrama de álcool por litro de sangue.



os dois bebados foram tirar um racha e deu errado...kkkkk
 
Maracaju Engenharia em 21/12/2018 13:50:09
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions