ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SÁBADO  24    CAMPO GRANDE 22º

Capital

Flagrados furtando loja, ladrões venderiam aparelho para comprar drogas

Dependentes químicos, a dupla planejou o furto que aconteceu no fim de semana, numa ótica da 14 de Julho

Por Alana Portela | 29/03/2021 10:01
Na marquise, ladrão furta condensador de ar condicionado e é flagrado pelas câmeras de monitoramento. (Foto: Reprodução)
Na marquise, ladrão furta condensador de ar condicionado e é flagrado pelas câmeras de monitoramento. (Foto: Reprodução)

Flagrados furtando condensador de ar condicionado de uma ótica localizada no Centro de Campo Grande, ladrões planejavam vender aparelho para comprar drogas. O furto aconteceu na madrugada do sábado (27), na rua 14 de Julho.  Dois dias depois, eles passam por audiência de custódia na manhã de hoje (29).

A ação da dupla foi registrada por câmeras de segurança. Nas imagens é possível ver um dos envolvidos, de 32 anos, encima da marquise da loja empurrando o aparelho, enquanto o cúmplice de 33 anos, vigiava a movimentação da rua.

Do alto, o ladrão conseguiu desconectar o condensador e jogar na calçada da rua. O aparelho despencou quatro metros de altura e ficou todo danificado.



A cena também foi vista pelos agentes da Guarda Municipal que cuidavam do sistema de monitoramento central do município que existe na região. Duas viaturas foram até o local, onde encontraram a dupla carregando o aparelho. Eles receberam voz de prisão.

Já na delegacia, o autor que subiu na marquise preferiu ficar em silêncio. No entanto ao chegar no sistema, os policiais descobriram que ele possui passagem por furto e inclusive cumpriu pena no presídio da Capital.

Desempregado, ele vive há 17 anos em situação de rua. Além disso, também é dependente químico, usuário de crack e alcoólatra há 16 anos.

Aos policiais o cúmplice que ficou de vigia relatou que vive em situação de rua há cerca de 30 anos, tempo em que também é usuário de crack e alcóolatra.

O cumplice contou ainda que combinou de ficar vigiando o local enquanto o autor subia na marquise para retirar o aparelho da loja. Após isso, levaria o condensador enquanto o parceiro permaneceria no local para furtar mais produtos da ótica.

Após retirarem o aparelho, a dupla andou meia quadra, momento em que foram abordados pelos guardas e levados para delegacia. Aos policiais o cúmplice revelou que o combinado era vender o aparelho para ambos dividirem o dinheiro e comprarem drogas.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário