ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, QUINTA  23    CAMPO GRANDE 28º

Capital

Rave clandestina tinha mais de 500 pessoas, além de maconha, ecstasy e cocaína

Ação foi realizada pela Guarda Civil Metropolitana, Polícia Militar e Detran

Por Aletheya Alves e Mariana Rodrigues | 28/02/2021 13:01

Festa rave clandestina em chácara no Jardim Seminário com mais de 500 pessoas foi encerrada por força-tarefa neste domingo (28). A ação contou com participação da GCM (Guarda Civil Metropolitana), Polícia Militar e Detran.

Conforme informado pela Guarda, a rave começou na noite de sábado e várias denúncias foram realizadas por moradores da região através do 153. No local, equipes da GCM, PM e Detran se dividiram para encerrar a festa e realizar teste do bafômetro no trânsito de saída do local.

Ao total, cinco pessoas foram encaminhadas para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro por quebra de medida sanitária, sendo elas um participante, o organizador, dono do bar e responsável pelas bebidas. De acordo com a GCM, o participante também estava com porções de ecstasy, maconha e cocaína.

Homem foi encaminhado à delegacia por estar com drogas. (Foto: Marcos Maluf)
Homem foi encaminhado à delegacia por estar com drogas. (Foto: Marcos Maluf)

No momento em que as equipes de fiscalização se aproximavam, pessoas que estavam na festa já se direcionavam para fora do local a pé. Outros que estavam de carro foram parados pelo Detran. Até o momento não há informações sobre presença de adolescentes na rave.

Já na fiscalização realizada pelo Detran foram realizados 33 testes de bafômetros e emitidas sete notificações. Das sete, um estava sob efeito de álcool e outros seis se recusaram a fazer o teste. Nenhum veículo foi apreendido ou removido ao pátio do Detran.

De acordo com moradora, de 34 anos, que preferiu não se identificar, festas na região são recorrentes. “Começou no sábado e só terminou hoje porque foram várias denúncias. Essas pessoas sem proteção nenhuma, sem máscara. Estamos com pessoas paradas aqui nas porteiras por estarem bêbados e com documento de carro atrasados”, diz.

Com chegada da polícia, participantes saíram do local a pé. (Foto: Marcos Maluf)
Com chegada da polícia, participantes saíram do local a pé. (Foto: Marcos Maluf)


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário