ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, DOMINGO  27    CAMPO GRANDE 29º

Capital

Funcionário que tentou matar patrão a tiros é condenado a seis anos

Homem não teria aceitado ser dispensado pela vítima; condenação é em regime semiaberto

Por Liniker Ribeiro | 16/09/2020 16:53
Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Oito anos após tentar matar o ex-patrão a tiros, Gilberto Ricardo Moreira Júnior, de 37 anos, foi condenado a seis anos de prisão, em regime semiaberto, nesta quarta-feira (16), no primeiro júri popular após período de paralisação devido à pandemia do novo coronavírus. A tentativa de homicídio aconteceu no dia 28 de março de 2012, na Rua Urupês, no Jardim Noroeste.

Conforme a denúncia, a vítima chegou a ser ferida, mas sobreviveu por não ter sido atingida em regiões letais. Gilberto teria tentado matar o ex-patrão após a vítima ter dispensado seus serviços como diarista, atirando duas vezes contra ela, pelas costas.

Por maioria dos votos, o conselho de sentença condenou o acusado por tentativa de homicídio, sem qualificadoras.

Inicialmente, a decisão do juiz Aluizio Pereira dos Santos, da 2ª Vara do Tribunal do Júri, fixou pena de 9 anos e 6 meses, porém a pena foi reduzida em seis meses.

Próximo júri – Nesta quinta-feira (17), vai a julgamento na 1ª Vara do Tribunal do Júri, Jesus Ajala da Silva, mais conhecido como Palhaço Sabiá. Ele é acusado pela morte da merendeira Silvana Tertuliana Pereira, com quem manteve relacionamento. Ajala está preso desde janeiro de 2019.

Regras de comentário