A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

03/04/2012 08:26

Garoto apanha durante aula em escola e chega a levar pontos no rosto

Mariana Lopes

Agressor teria se irritado quando o menino, ao lavar um pincel, acabou espirrando água nele.

Segundo a mãe do garoto, o professor disse que nao viu a agressão dentro da sala de aula. (Foto: Marlon Ganassin)Segundo a mãe do garoto, o professor disse que nao viu a agressão dentro da sala de aula. (Foto: Marlon Ganassin)

Com o olho esquerdo roxo e quase sem conseguir abrir, de tão inchado, um garoto de 12 anos, conta que foi agredido pelo colega de sala, no último dia 27 de março, na escola municipal Rafaela Abrão, durante a aula de artes. O adolescente levou uma “gravata” do outro garoto e chegou a desmaiar e teve que ser encaminhado para o hospital e levar três pontos no supercílio.

Segundo o adolescente, a turma do 7° ano, na qual estuda, estava no laboratório de artes, quando ele foi lavar o pincel que usava e, para tirar o excesso de água, fez um movimento. Algumas gotas d’água pingaram no colega, que teria ficado irritado com o gesto do garoto.

“Só senti ele me enforcando e desmaiei. O que aconteceu depois, eu não sei, não lembro de mais nada”, afirma o menino.

Mônica Gonçalves de Oliveira, 38 anos, estava no trabalho quando recebeu a ligação da diretora da escola comunicando que o filho havia sofrido um acidente e teria que levar ‘alguns pontinhos’, por isso, ela deveria ir buscá-lo.

Quando ela viu o filho, com o rosto machucado, a primeira reação foi correr para o hospital para socorrê-lo. Segundo Mônica, os médicos confirmaram que, com a pancada, o garoto teve um trauma na região da testa e teve que levar três pontos no supercílio esquerdo.

“Até agora não sei o que aconteceu, o professor que estava na sala disse que não viu quando meu filho foi agredido”, conta Mônica.

Denúncia – Ela comunicou a ocorrência ao Conselho Tutelar e na Delegacia de Polícia, mas até agora nenhuma resposta foi dada a Mônica sobre o caso, afirma.

“Vou entrar na Justiça, meu filho não saí de casa porque está com vergonha do rosto dele”, desabafa a mãe.

A reportagem tentou falar com a diretoria da escola, mas não foi possível. Na assessoria de imprensa da Prefeitura, a informação dada é que o professor de fato não viu a agressão acontecer.

Homem foge de briga, se envolve em acidente e acaba agredido por moradores
Flávio Guimarães Fernandes, 39 anos, foi confundido com ladrão e agredido por moradores após se envolver em acidente. O caso aconteceu na madrugada d...
Sesau e SES recolhem quase 10 toneladas de lixo no Jardim Noroeste
A ação de recolhimento de lixo realizada em casas e terrenos baldios no Jardim Noroeste - bairro localizado na regiões leste de Campo Grande - somou ...
Apae recebe doação de brinquedos da campanha Compartilhe o Natal
Foi iniciado nesta segunda-feira (11) a entrega de brinquedos arrecadados na campanha "Compartilhe o Natal", realizado pelo Ministério Público Estadu...


Quando éu tinha +ou-12 anos,discuti na sala de aula com uma coleguinha, ficamos de braços aberto em cruz na frente de toda a classe,lembro que os braços doiam e nossos pais não foram na escola exigir os direitos do aluno de não ser corrigido pelos professores,em casa o castigo por desobediência, éra não poder sair para brincar,até por um mes,hoje agradeço por isso e outras advertencias que levei.
 
Teresa Moura em 04/04/2012 11:16:51
Parabens aos professores e diretores, vocês são verdadeiros herois, infelizmente o salário e o reconhecimento é pouco, que pena que alguns poucos só sabem critica-los..deveriam ficar em seus lugares por um tempo!!
 
daniela rodrigues em 04/04/2012 01:16:19
Indgnação e pouco caso é o que vemos aqui.!
 
sandra lima em 03/04/2012 12:45:37
TODOS QUE COLOCARAM A CULPA NA ESCOLA OU PROFESSOR NUNCA SEQUER TRABALHARAM UM DIA NUMA ESCOLA . È OBVIO QUE SE O ALUNO FOI LAVAR O PINCEL NAO PODERIA ESTAR NA SALA DE AULA E COMO FICARIA O RESTANTE DOS OUTROS ALUNOS SE CASO A PRFESSORA TIVESSE QUE ACOMPANHAR O ALUNO . ORA ME POUPE .
 
MARIA INES em 03/04/2012 12:44:04
Rezo para não acontecer isso com ninguem da minha familia :( .
 
Tiago Cruz em 03/04/2012 12:13:05
A responsabilidade é do poder publico ,que não deixa o cidadão educar seu filho em casa.É por isso ,que fatos lamentáveis como esse acontecem todos os dias!!! Essa mãe tem que ir atrás do agressor ,e não culpar a escola ou professor pelo fato ocorrido.
 
aparecido serpa em 03/04/2012 11:41:11
Pobre dos pais desse agressor, perdeu um filho para criminalidade, pobre de nos cidadaos, ganhamos mais um. Ainda da tempo, acordem, pais, justiça, sociedade.... É um todo, todos temos culpa.
 
Edney Ueno em 03/04/2012 11:33:04
OS PAIS DAS PARTES, TERÃO QUE RESPONDER PELO ACONTECIDO, POIS FILHOS MENORES DE 18 ANOS, OS PAIS RESPONDEM PELO ATOS COMETIDO POR ELES EM QUAISQUER LUGARES, ARTIGO 1634, DO CÓDIGO CIVIL, LEI 10.406, DE 11.01.03.
 
PEDRO BRAGA em 03/04/2012 11:26:00
Meu deus isso é um absurdo , como uma criança é agredida dentro da sala de aula , e o professor nao vê, Alguem viu né, e outro, eu acho um absurdo chamar a mae e falar que o menino se machucou e teve que levar uns pontinhos, como assim ? Se meu filho chegar na escola , com o rosto desse jeito com certeza a escola iria acionar o conselho tutelar sem se quer me comunicar, tem que ser verificado isso
 
adriana da cruz alvares em 03/04/2012 11:25:07
A "EDUCAÇÃO" recebida através da "familia" reflete na sociedade. Hoje em dia, é raro o caso em que pais não espancam seus filhos, muitos deles dão tapas no rosto da criança, jogam no chão, e até chutam. O que se recebe em casa é transferido para os lugares que eles frequentam. Ninguem pode dar daquilo que não recebeu.
 
Marcia Maria em 03/04/2012 11:19:00
e o agressor? vai ficar por isso mesmo? ele tem q levar uma advertência por escrito e ser punido pela agressão. a própria escola está sendo conivente com a violência, vá ao ministério público, av. afonso pena, 4.444, aí vai ver se não resolvem o caso do seu filho!
 
djane alves gomes em 03/04/2012 10:39:30
O que falta nas escolas são regulamentos disciplinando condutas de seus alunos. Ao matricularem-se, seus responsáveis deveriam assinar um termo de compromisso onde todas as regras punitivas estivessem explicitas. Os pais, ao matricularem seus filhos, deveriam estar juntos com esses e este termos ser lido e assinado para conhecimento dos comprometidos.
 
Ezio Jose em 03/04/2012 10:35:57
O que se vê de professores e supervisores q não vêem nada! a criança no momento q entra pelo portão da escola é responsabilidade da escola de ensinar e proteger,passou do portão p fóra ai sim os pais são responsaveis, e esse garoto violento, agredir por causa de uns respingos de água, é pra acabar.
 
Marcondes Vilhalva em 03/04/2012 10:32:00
É fácil condenar a escola e os professores. Isso para quem está de fora dos muros da escola. Agora vai lá cuidar de mil alunos considerando que a maioria não recebem educação familiar.
 
Carlos Nascimento em 03/04/2012 10:30:31
O problema é que as salas são super lotadas os alunos na sua maioria não tem mais respeito pelos colegas e muito menos pelo professor, que enquanto atende um grupo outro está aprontando, mas como sempre a culpa é sempre do professor e não dos pais que "não tem tempo mais pra educar seus filhos", e mostrá-los como se portar na sociedade...........
 
Cássia Garcia em 03/04/2012 10:28:42
O problema não é dos professores e nem das mães, mas sim de como as autoridades defende os menores, então eles aproveitam que são protegidos e fazem oque ele querem. Porque as mães hoje não tem mais autoridades em cima dos próprios filhos ai é isso que acontece, menores se pegando ou se matando.Se existisse lei justa para menores, não existiria esse tipo de criminalidade.
 
noedi santos em 03/04/2012 10:26:37
.... temos de ver também com quem o "Menino" agressor está aprendendo (quem é a sua referência) a resolver as desavenças na "porrada". Tenho certeza que não é com o Professor. Está na hora de dar à Escola/Professor o reconhecimento social que ela merece.
 
Valdemir Contiero em 03/04/2012 10:22:51
É fácil/cômodo jogara a culpa na Escola, não é? Temos de entender que a Escola é um espaço de socialização. Nela convergem todos e, com eles, tudo que se concebe fora dela. Antes de condenar o Professor/Escola, que além da incumbência de construir/produzir conhecimentos tem de "acomodar" e conviver com os erros que outros segmentos cometem, (continuo no próximo comentário) ...
 
Valdemir Contiero em 03/04/2012 10:16:32
A escola deve ser responsabilizada por não comunicar as autoridades (caso não fez) sobre o acontecimento. Então a mãe desse aluno deve ir a delegacia registrar "BO". Caso o professor também foi ameaçado, ou agredido, deve fazer o mesmo que a mãe do aluno (registrar BO). Mas o que pode acontecer nesse caso, é a escola obrigar o professor assinar uma ata lhe responsabilizando pelo acontecimento.
 
LEANDRO DE OLIVEIRA em 03/04/2012 10:12:38
Para Adriane e outros que julgaram o professor: Vão numa escola, conversa com professores para saber como é a rotina profissional deles e de outros funcionários que se dedicam a monitorar alunos. Nenhum aluno vai aprontar quando o professor está olhando para suas atitudes; além disso, numa sala de aula da prefeitura geralmente tem 40 alunos, acham que dá pra acompanhar todos de uma vez?
 
LEANDRO DE OLIVEIRA em 03/04/2012 10:08:11
E vamos supor que os pais tenham mesmo orientado e cuidado, mas mesmo assim, a tal criança agressora tenha agido dessa maneira. Tem de parar de passar a mão e começar a responsabilizar, criar um sistema que seja de justiça e não de brandura, porque hoje é raro criança inocente e esse negócio de é menor, é menor, é menor é lindo, até que um dos seus seja vítima da selvageria dos "pobres menores".
 
Madalena Sortioli em 03/04/2012 09:51:33
Caso os pais do agressor educassem e orientassem o filho, essa outra criança não estaria sofrendo. As pessoas andam achando que a escola tem de ensinar tudo, sequer ensinam seus filhos a comerem de boca fechada, quanto mais a respeitar o próximo, a serem tolerantes, a serem gente. Professor não é pai ou mãe de ninguém,escola não forma caráter. Tem que responsabilizar quem é RESPONSÁVEL por isso.
 
Madalena Sortioli em 03/04/2012 09:50:27
Está dentro da escola? Então a responsabilidade é dos professores e da diretoria sim! Isso é fato! Logicamente que os pais devem se tornar mais responsáveis pela educação de seus filhos, mas a Escola deve tomar seus cuidados também. Infelizmente é mais fácil para a Escola fazer de conta que não viu nada e não sabe de nada, e não acontece só na rede pública não, nas particulares também.
 
Karla Coelho em 03/04/2012 09:45:45
Existe uma máxima popular bem coerente: "Eduque seu filho hoje, para que amanhã ele não chore nas mão de um PM". A escola é somente o facilitador dos ensinamentos que são colhidos no decorrer do tempo, a conduta, postura social e tudo o mais relacionado à pessoas deve ser construída dentro de casa, para isso que existe FAMÍLIA.
 
CLAUDIO MOREIRA em 03/04/2012 09:37:49
Pessoal não é que a responsanbilidade cai no professor. Mas o que o professor estava fazendo que não viu a briga dos alunos???
 
Adriane Correa em 03/04/2012 09:36:48
SENTI NA PELE O QUE ESTA MÃE ESTA PASSANDO, MINHA FILHA DE 12 ANOS FOI AGREDIDA POR UMA COLEGA DA SALA DELA DA MESMA IDADE -SÓ Q BEM MAIOR QUE ELA- NO ANO PASSADO, A MENINA APERTOU O PESCOÇO DELA DENTRO DO BANHEIRO, A DIREÇÃO DA ESCOLA NEM SE DEU AO TRABALHO DE LIGAR PARA MIM, FOI MINHA FILHA QUE LIGOU...ENFIM, A ESCOLA NÃO TEM MUITO INTERESSE NESTE ASSUNTO....ABANDONO TOTAL!!!
 
noemia gomes em 03/04/2012 09:20:10
Os responsáveis são alguns pais que não estão educando seus filhos e transferindo esta responsabilidade para a escola. Como um professor pode adivinhar um ato isolado de um aluno violento.
 
álvaro roberto em 03/04/2012 09:14:08
o problema que hoje em dia os filho nao tem mais educaçao dos pais os pais joga a resposabilidade deles para sima da escola e deixa a sua parte por fazer este caso faltou educaçao dos aluno por pouca coisa ja sai no soco com colega assim desreispeitando o local sagrado que e uma escola
 
Sonia Regina Garcia Santos em 03/04/2012 09:10:11
Acho que o responsável pelo aluno agredido deveria entrar com um processo contra os pais do aluno agressor, pois nesse caso, a escola não teve responsabilidade pelo ato do agressor....todos querem achar um responsável e sempre cai na responsabilidade do professor.
 
Gizella Correa em 03/04/2012 09:10:00
Estas agressões estão ficando comuns nas nossas escolas, isto e um absurdo mães mandam seus filhos para terem no minimo estudo de qualidade, pois EDUCAÇÂO se recebe em casa e o que eles aprendem e espancar uns aos outros. Não culpo os professores nen os pais por isso, mais se trabalhassem em conjunto o ambiente escolar seria de melhor qualidade. Indico o livro pais brilhantes prof.fascinante,
 
silvana f silva em 03/04/2012 09:07:53
É assim mesmo, uma criança é agredida e não acontece nada com quem agrediu porque é "criança" também, "não sabe o que faz, coitadinho".
Olha o rosto desse garoto, quem vai ser responsabilizado? O pai que não educa o agressor? O professor que é responsavel pelos alunos em sala?
O agressor com certeza não será responsabilizado, "coitadinho".
 
Fabio Augusto em 03/04/2012 09:03:27
COMO SEMPRE ,NUNCA NINGUEM VIU NADA, NAO SABE DE NADA.....
 
JOSE HIGUAIN em 03/04/2012 08:52:38
É LAMENTÁVEL, SEMPRE ESTAMOS SABENSO DE NOTÍCIAS QUE ACONTECEM NAS ESCOLAS MUNICIPAIS DE CAMPO GRANDE. SÓ QUE A DIRETORA NUNCA VÊ, OS INSPETORES, OS PROFESSORES. O QUE ELES VEEM, ESTÃO NA ESCOLA PRA QUE. O QUE ACONTECE DENTRO DA ESCOLA É DE RESPONSABILIDADE DO PODER PÚBLICO, OU SEJA, DIRETORES, PROFESSORES E INSPETORES. E AGOARA NINGUÉM VIU. COM A PALAVRA O SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO.
 
Milton Martins em 03/04/2012 08:47:44
Para todos que estão criticando os professores, vão à uma sala de aula e entrem no meio da briga de alunos para separar: além de serem agredidos a situação piora, pois ainda o acusarão de agredir os alunos.
 
maria jose da silva em 03/04/2012 08:36:44
O QUE FALTA REALMENTE É CADA PAI E MÃE ASSUMIR DE FATO A RESPONSABILIDADE SOBRE A EDUCAÇÃO MORAL DO FILHO. A CULPA É DA ESCOLA? E OS PAIS, SE RESPONSABILIZAM QUANDO PELOS ATOS DOS FILHOS? É FÁCIL FALAR QUE A ESCOLA NÃO VÊ NADA E A FAMÍLIA VÊ O QUÊ ENTÃO? SERÁ QUE UMA CRIANÇA QUE TEM ATITUDES AGRESSIVAS NA ESCOLA EM CASA É UM SANTO? OS PAIS NÃO PERCEBEM O DESVIO DE COMPORTAMENTO DO PRÓPRIO FILHO?
 
FLÁVIA MARTINS em 03/04/2012 07:37:07
Quando meus filhos crescerem, eu serei amigo deles. No momento sou pai, disciplino, dou limite e oriento. Faço entender e não fico de mimimi. Moleque não manda em casa, quem manda somos minha mulher e eu, tudo tem horário, norma, não é a casa de mãe-joana. Não é fácil.Em compensação, não são animais ferozes soltos na sociedade e até hoje não me envergonharam como esse agressor envergonha seus pais
 
Mario Lupertino em 03/04/2012 05:52:52
Daí vem falar de professor. Tinha que dar medalha para o professor. Pensa que é fácil entrar em uma classe em que só faltam rosnar e morder, se é que não o fazem? Em que poucos têm educação e são criados na falta de moral, de orientação? O que se tem na escola é produto da sociedade, do que se tornou a família, da falta de tudo e tudo falta.
Agora vai culpar o professor? Vai crucificar o Cristo?
 
Mario Lupertino em 03/04/2012 05:50:12
Mas o que ninguém se lembra que a liberdade para educar os filhos em casa criou os adultos íntegros de hoje. Que a libertinagem dos que naquela época foram criados ao léu gerou os marginais de atualmente.
Que a falta de limites só resulta na vadiagem malemolente e na agressão, porque inutilidade só cria inúteis.
Os moleques de hoje são tão ousados quanto frouxos e desleixados são seus pais.
 
Mario Lupertino em 03/04/2012 05:48:35
Me lembro com saudade do Seu Hélio, infelizmente já finado, do Consuelo Muller, INSPETOR de alunos lá por volta de 1992, 93. Indisiciplina bem menor e lá se ia aluno pro sol, de braços abertos. Era uma vez só. Mas ele nem fazia muito, porque recebíamos educação em casa e LÁ o bicho podia pegar para quem insistisse em ser o que não presta. Mas agora tem o tal Estatuto, né? Não pode. TRAUMATIZA.
 
Mario Lupertino em 03/04/2012 05:45:52
É como disse aquela professora Amanda Gurgel "querem que nós professores salvem o Brasil", não sou professora, mas sou o que sou hoje, graças, a grandes mestres, grandes pessoas e profissionais competentes, é fácil colocar a culpa neste ou naquele, mas independente de quem seja a culpa, não vamos mais desmoralizar essa categoria de brilhantes profissionais.
 
rosely aparecida souza em 03/04/2012 05:15:21
Mas não podemos dizer que a diretora ou que o professor tem que responder por isso...Eles vem de suas casas assim: e como diz no livro TOSCO...A escola se torna o palco da vida deles,ali eles acham que podem tudo...se os pais que os colocaram no mundo não consegue educa-los,imagina um professor??? Esse garoto é que tem que responder pelas atitudes brutais cometida por ele...e mais ninguém
 
solange gomes em 03/04/2012 04:29:20
Não dá para dizer de quem é a culpa.Infelizmente as pessoas perderam seus valores.antigamente a violência partia dos adultos,depois veio no meio de jovens,a pouco tempo atrás fluiu no meio dos adolescentes e agora com as crianças,e um efeito dominó...Essa criança poderia ter esse mesmo comportamento no meio da rua...E dai,quem iria responder por isso? sabemos que a escola tem responsabilidades...
 
solange gomes em 03/04/2012 04:24:57
Acho q deveriam existir transmissões ao vivo das aulas nas escolas públicas estamos com salas super lotadas com usuários de drogas com idade p estarem no ensino médio junto com alunos de onze anos, a falta de eduação e de higiene é insuportável, filhos sem familia, sem fé criados a base de funk e bebidas alcoolicas e nós professores não somos babá desses alunos. .
 
Clenice Matheus em 03/04/2012 04:20:08
Vá para uma sala com 40 alunos de 12 anos pra vc ver se consegue olhar tudo, nem sendo ninja.Bater por causa de umas gotinhas...peraí, algo errado ai, e ainda querem culpar o professor? dá um tempo né.Outro dia um aluno quase quebrou meu dedo e não deu noticia, agora qdo é o contrario .. vamos malhar o judas né.acorda sociedade hipócrita...seus filhos estão se perdendo e vcs culpando os outros.
 
Katia rosana em 03/04/2012 03:43:13
há 40 anos atraz, briguei no colegio, fiquei de castigo de braços aberto na frente do colegio, nunca mais briguei e naõ fiquei com sequela.. é porai.......................................
 
valdemir pinto costa em 03/04/2012 03:38:17
Dá pra ver o domínio que o professor tem em sala. (:
 
Nathália Calvis em 03/04/2012 03:36:54
É inaceitavel uma ocorrência dessa, como que um professor abandona a sala de aula, e a diretora tem a cara de pau de ligar e falar que foi um acidente.....infelismente o mundo é de quem pode mais e desde cedo todos estão apredendo....
 
Bruna Ferreira Sanabria em 03/04/2012 01:50:20
Ora Maria Ines para isso existem inspetores e coordenadores dentro de uma escola, e se o aluno estava fora da sala mas nao estava fora da escola, por isso é responsabilidade da escola mesmo assim, na verdade esta faltando mesmo gosto pela profissão, logico nao generalizando, mas só resolve alguma coisa quando se trata de algum filho de alguem que realmente conhece seus direitos.
 
Angelig Rodrigues em 03/04/2012 01:25:01
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions