A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 07 de Dezembro de 2019

12/02/2019 07:35

Golpe do Whats: 3 tem o aplicativo clonado e hackers levam R$ 4 mil

Em menos de 3h, três mulheres foram vítimas do golpe. Em dois casos idênticos, as vítimas perderam dinheiro

Bruna Pasche
Todos os casos foram registrados em menos de 3h na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário), do Centro. (Foto: Henrique Kawaminami)Todos os casos foram registrados em menos de 3h na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário), do Centro. (Foto: Henrique Kawaminami)

Quatro mulheres caíram no golpe do Whatsapp hackeado no final da tarde desta segunda-feira (11) e duas delas perderam R$ 2 mil cada depositando para quem acreditavam ser amigas. Além delas, uma terceira vítima também teve seu aplicativo hackeado, mas neste caso, ninguém foi lesado.

De acordo com o boletim de ocorrência, mulher de 31 anos contou à polícia que recebeu a ligação de uma amiga, de 41 anos, por volta das 17h, informando que já havia realizado o deposito. Estranhando, a mulher questionou dizendo que não sabia de nenhum deposito e logo percebeu que seu WhatsApp não estava funcionando e que se tratava de um golpe.

A mulher que fez o deposito contou que recebeu uma mensagem da amiga pedindo R$ 2 mil emprestado justificando que seu cartão havia sido bloqueado e que assim que recebesse, depositaria o dinheiro de volta. Sem desconfiar de nada, a vítima realizou a transferência para um banco com conta de Fortaleza (CE).

Meia hora depois, mulher de 59 anos teve seu whatsapp hackeado depois de ser convidada e aceitar entrar em um grupo de condomínio pelo aplicativo. Depois perceber que o whats estava bloqueado e de ser avisada por alguns amigos de que seu número estaria pedindo dinheiro emprestado, a vítima procurou à polícia. Neste caso, ninguém caiu no golpe ou foi lesado financeiramente.

Já às 19h, outra mulher de 51 anos teve seu Whatsapp clonado, tendo como vítima sua amiga de 52 anos. A vítima informou à polícia que recebeu uma mensagem da colega de trabalho, que dizia exatamente a mesma coisa que no primeiro golpe registrado, que ela estava com o cartão bloqueado e precisaria de R$ 2 mil, devolvendo o dinheiro assim que possível e dando uma conta de Fortaleza para o deposito.

Em seguida, a vítima lesada recebeu a ligação da filha da amiga clonada informando que o celular de sua mãe havia sido hackeado e que os golpistas estavam pedindo dinheiro em seu nome, percebendo na hora que se tratava de um golpe.

É o quarto caso registrado em cinco dias. O primeiro aconteceu na última quinta-feira (7), sem vítimas lesadas financeiramente.

 

Campo Grande News - Lista Vip WhatsApp
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions