A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

28/12/2010 16:49

Governo para estudo ambiental do aeroporto

Paulo Fernandes

De acordo com secretário, governo aguarda conclusão de Plano Diretor

Aeroporto tem localização estratégica em relação aos países do MercosulAeroporto tem localização estratégica em relação aos países do Mercosul

À espera da conclusão do novo Plano Diretor, o governo estadual paralisou no início do mês os estudos ambientais para a ampliação do Aeroporto Internacional de Campo Grande.

O extrato do termo do termo de paralisação da execução dos serviços técnicos especializados para elaboração do estudo de impacto ambiental, relatório de impacto ambiental e estudo de análise de risco foi publicado na edição desta terça-feira do Diário Oficial do Estado.

De acordo com o secretário Carlos Alberto Negreiros Said de Menezes (Meio Ambiente, das Cidades, do Planejamento, da Ciência e Tecnologia), o governo do Estado ficou com a responsabilidade de fazer os estudos ambientais e a Infraero (estatal que administra os aeroportos) contratou uma empresa para fazer o novo Plano Diretor.

“A Infraero contratou o plano diretor em dezembro e ele só ficará pronto em fevereiro”, afirmou o secretário em entrevista ao Campo Grande News. O plano diretor atual data da inauguração do aeroporto.

Segundo o secretário, caberá ao plano diretor mostrar as necessidades e fazer uma projeção do aeroporto.

Carlos Alberto Negreiros diz que apesar da paralisação nos estudos ambientais, o trabalho pela ampliação do aeroporto continua em andamento, com desapropriação de áreas, adequação da Lei do Uso do Solo e transferência pelo Exército de áreas, entre outras coisas.

A ampliação do aeroporto é para atender uma demanda maior de passageiros, mas o governo também irá transformar o aeroporto de passageiros em internacional de cargas.

Serão desapropriadas 1,3 mil hectares, com previsão de duas pistas de 3.000 metros. Atualmente, o aeroporto possui apenas uma pista principal e uma auxiliar.

Promotoria e prefeitura firmam acordo para recuperar área de preservação
Foi celebrado entre o MPE (Ministério Público Estadual) e a prefeitura de Campo Grande acordo para recomposição da vegetação nativa da área de preser...
Concurso recebe inscrições para 83 vagas técnico-administrativas
Seguem abertas as inscrições para o concurso que oferece 83 vagas para técnico-administrativos em Educação na UFMS (Universidade Federal de Mato Gros...
Vice-governadora visita projeto em que detentos reformam escolas
O projeto "Pintando e Revitalizando a Educação com Liberdade", desenvolvido pelo Poder Judiciário estadual, foi conhecido e elogiado na sexta-feira (...
Crianças do Vespasiano Martins recebem Papai Noel e ganham presentes
As crianças do loteamento Vespasiano Martins, na periferia de Campo Grande, receberam a visita especial do Papai Noel neste sábado (16). Foram distri...


Campo Grande não teria só a ampliação do aeroporto. Teria o maior aeroporto de cargas do Brasil. Tudo frustrado pelo personalismo de Helio Costa, que fez esse plano virar água e levou a pulso as operações de carga para Confins, em MG, um aeroporto que estava praticamente desativado. Campo Grande SERIA o maior ponto de transporte aéreo do Brasil. Teria aeroporto com estrutura de última geração, mas...
 
Daniel Francelino em 29/12/2010 09:37:23
ola , gostaria de saber quais areas vão ser desapropriadas , e quando começa essa despropriação e as obras obrigado!!
 
Rodolfo Bais em 28/12/2010 11:44:53
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions