A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 15 de Outubro de 2018

09/04/2018 17:07

Greve de servidores da Educação adia entrega de escola reformada por detentos

Escola Estadual Aracy Eudociack começou a ser reformada em novembro por presos por meio de projeto coordenado pelo TJMS

Humberto Marques
Escola Aracy Eudociack foi reformada usando mão de obra de 25 detentos. (Foto: TJMS/Divulgação)Escola Aracy Eudociack foi reformada usando mão de obra de 25 detentos. (Foto: TJMS/Divulgação)

Prevista para começar nesta terça-feira (10), a greve dos servidores administrativos da educação de Mato Grosso do Sul levou ao adiamento da entrega da reforma da Escola Estadual Aracy Eudociack, no Jardim Tijuca –sul de Campo Grande. A unidade foi a nona instituição de ensino recuperada por meio do programa Pintando e Revitalizando a Educação com Liberdade, coordenado pelo TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul).

A paralisação na educação foi aprovada em assembleia dos administrativos na sexta-feira (6), em protesto contra o percentual de reajuste salarial anunciado para este ano pelo governo do Estado, de 3,04%. O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) reagiu à medida e anunciou que procurará a Justiça a fim de decretar a ilegalidade do movimento.

Com a Aracy Eudociack, 10% das escolas estaduais de Campo Grande já foram reformadas pelo programa do TJMS, representando economia superior a R$ 6 milhões ao tesouro sul-mato-grossense e beneficiando diretamente 7.134 alunos. Além disso, o projeto permitiu a capacitação de detentos do regime semiaberto.

A nova data da inauguração não foi anunciada.

Projeto – O Pintando e Revitalizando a Educação com Liberdade foi idealizado pelo juiz Albino Coimbra Neto, da 2ª Vara de Execuções Penais de Campo Grande, prevendo que os presos trabalhem na obra e arquem com custos de materiais de construção, por meio do desconto de 10% da remuneração –depositado em uma conta judicial e usado para arcar com despesas no presídio e fomentar o trabalho prisional.

As reformas ocorrem no fim de cada semestre (contemplando duas escolas por ano). A Aracy Eudociack começou a ser reformada em novembro de 2017 por 25 detentos do Centro Agroindustrial da Gameleira. O serviço contemplou as partes elétrica, hidráulica e infraestrutura, abrangendo banheiros, pisos, bebedouros, forro e cozinha. Foram construídas nova biblioteca, sala dos professores e estacionamento, além de reparar a quadra de esportes.

Os detentos, por sua vez, são capacitados pelo Senai em curso de pintor de obras imobiliárias e, ao final, recebem certificação para serem inseridos no mercado de trabalho. Eles são selecionados e contratados pelo Conselho da Comunidade de Campo Grande, com o transporte até o canteiro de obras sendo custeado pela SED (Secretaria de Estado de Educação). O Judiciário, por sua vez, fecha parcerias e efetua fiscalização.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions