A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

23/09/2013 10:45

Greve eleva em 50% movimento e lotéricas devem ficar mais lentas

Luciana Brazil
Greve segue por tempo indeterminado. Agência central em Campo Grande. (Foto:Marcos Ermínio)Greve segue por tempo indeterminado. Agência central em Campo Grande. (Foto:Marcos Ermínio)

Com 67 agências bancárias fechadas em Campo Grande, por causa da greve, as agências lotéricas terão 50% a mais de movimento, e ainda poderá haver sobrecarga no sistema, segundo o presidente do Sinal (Sindicatos dos Empresários Lotéricos de Mato Grosso do Sul), Ricardo Amado Costa.

O aumento de clientes nas lotéricas é esperado caso a paralisação dos bancários siga até o início do mês de outubro. Ricardo garantiu que por enquanto não houve mudança na movimentação. Porém, se a greve se estender até o início do mês, a entidade espera que o movimento cresça até 50%, e o sistema poderá ficar lento.

“Essa é a média do ano passado, quando os bancários também fizeram greve. Até o momento a greve não trouxe reflexos para as lotéricas. Mas, mesmo com a internet, e todos os outros canais para pagamento de contas, a lotérica deve receber 50% a mais de clientes no período de pagamento que é no início do mês”, frisou Costa.

São 155 lotéricas em todo Estado e 45 em Campo Grande.

Com a greve dos bancos, muita gente recorre às lotéricas na hora de pagar contas. Por causa disso, o Sindicato dos Lotéricos já prevê a limitação dos serviços prestados à população, por questões de segurança. A entidade também já alerta para a lentidão do sistema.

Uma assembléia no fim da semana deverá definir como e quais serão as limitações. “Saque e depósito serão limitados por uma questão de segurança. Estamos estudando uma forma de limitar esses serviços”, explicou Costa.

Ricardo fez questão de ressaltar os problemas no sistema que deverão ocorrer por causa da sobrecarga. “As pessoas não entendem, muitas vezes, que nós não temos como interferir no sistema. A sobrecarga vai acontecer por causa da demanda. É bom que as pessoas fiquem atentas a isso”.

Das 100 agências bancárias na Capital, 67 aderiram à greve, além de quatro unidades do interior, totalizando 71 agências. Para a presidente do Sindicato dos Bancários, Iaci Azamor, a adesão pode aumentar ainda hoje. “Estamos aguardando a decisão de algumas unidades que devem entrar na greve também”, disse.

Segundo ela, até o momento não houve nenhum contato da Fenaban (Federação Nacional dos Bancos) com o sindicato. A greve começou na última quinta-feira (19) e segue por tempo indeterminado.



Não sou contra o direito de greve, Suzana Maia, mas não acho justo impor à população o não acesso as suas c/c. Somos obrigados ao pagamentos em lotéricas, mas como depositar os cheques que alimentam nossas contas? Vcs nos obrigam a dar mais lucro aos banqueiros, não percebem?, através dos juros/multas que teremos que pagar por entrar nos cheques especiais. Deveria haver, ao menos, o processamento normal dos cheques ou algo que não inviabilizasse o tb direito do cidadão à sua conta corrente.Direito este cobrado mensalmente através das 'cestas', dos tributos para se ter uma c/c .
 
Mariza Santos em 24/09/2013 10:28:10
Se não há greve não há melhoria!! Os bancarios sao humilhados, tem metas abusivas e fazem o serviço de 10 funcionários. Tudo isso com muito assédio moral e pouco retorno financeiro...quem ganha dinheiro nesse pais são os "banqueiros" e não os "bancários". Amigo Maximiliano, te convido a ser um bancário por um dia e entenderás o que passamos! Infelizmente dependemos de nossos empregos, e lutamos pelo que é justo para nós ( o que jugamos ser justo pelo menos). Os bancos dão lucros atrás de lucros ( fruto do nosso trabalho de formiguinha) e nós não recebemos NADA por isso. abraços
 
suzana maia em 23/09/2013 16:14:59
Definitivamente, fora com esses bancários!! Paralisar os serviços e deixar o país à mercê dos seus caprichos...francamente! Tem muita gente que ficaria satisfeita com os salários e reajustes...demitam essas pessoas e contratem àqueles que realmente querem trabalhar.
 
Susi Alves em 23/09/2013 15:45:22
Isso é uma palhaçada, os bancos tinham que demitir todos os grevistas e contratar pessoas que realmente queiram trabalhar, esta classe é a mais insatisfeita do país e enquanto continuarem os mesmos funciona rios, todo ano vai haver greve, fora bancários!!
 
MAXIMILIANO RODRIGO ANTONIO NAHAS em 23/09/2013 10:58:42
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions