ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SÁBADO  25    CAMPO GRANDE 27º

Capital

"Festeiros" fazem até denúncia falsa à Guarda para despistar fiscalização

Festeiros ligam e denunciam aglomerações em outros locais para impedir fiscalização

Por Mirian Machado | 18/03/2021 16:48
Guardas civis durante fiscalização de aglomeração (Foto: Divulgação/GCM)
Guardas civis durante fiscalização de aglomeração (Foto: Divulgação/GCM)

Segundo a Guarda Civil Metropolitana de Campo Grande, promoters e pessoas em geral que participam de festas clandestinas estão ligando para a guarnição e passando trote a fim de despistar a fiscalização e consequentemente o encerramento das festas.

Desde o inicio de 2021 até agora, o órgão recebeu mais de 7 mil ligações entre elas, várias com denúncias e endereços falsos, que prejudicam a ação dos guardas, além dos gastos de deslocamento sem necessidade.

Em um dos casos, por exemplo, foi descoberto que uma pessoa organizou uma festa nas moreninhas e as próprias pessoas que foram na festa ligavam dizendo que havia aglomeração no Jardim Aeroporto, fazendo com que a fiscalização ocorresse em sentido oposto.

A GCM afirmou ainda que aumentou o número de atendentes para suprir as ligações, porém o problema com os trotes ocorre desde o inicio da pandemia da covid-19.

O órgão ainda reforça para que as denúncias sejam objetivas, com endereço completo, rua, número, Bairro e se possível referência.

Denúncias de aglomerações e ser feitas pelo telefone da Guarda Civil 153, Polícia Militar 190 e Corpo de Bombeiros 193.

Decreto estadual estabeleceu toque de recolher a partir das 20h às 5h durante, em vigor desde 14 de março nos 79 municípios de Mato Grosso do Sul.

Segundo o Sistema In Loco, usado pelo governo, Campo Grande teve a pior colocação relacionado ao isolamento social no país entre as capitais com 31,17% e Mato Grosso do Sul é o terceiro pior entre os estados com 31,31%, muito abaixo do mínimo preconizado pela OMS (Organização Mundial de Saúde).

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário