ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, DOMINGO  19    CAMPO GRANDE 25º

Capital

Guarda Municipal forma 103 patrulheiros aptos ao uso de arma de fogo

Por Nyelder Rodrigues | 19/12/2016 20:14
Parte da tropa poderá usar armas de fogo no patrulhamento (Foto: Divulgação)
Parte da tropa poderá usar armas de fogo no patrulhamento (Foto: Divulgação)

Dos 180 guardas municipais habilitados ao curso de Patrulheiros da Guarda Civil Municipal, que preparou equipes aptas a portar arma de fogo em serviço, 103 se formaram nesta segunda-feira (19), em evento que contou com a presença do prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP).

A formatura aconteceu durante à tarde no auditório Ludio Martins Coelho, na Semed (Secretaria Municipal de Educação), que fica na rua Onicieto Severo Monteiro, 460, Vila Margarida - região norte da Capital. No total, são 1.246 homens na corporação.

Em dois meses, os guardas passaram por capacitação com 600 horas de aulas abordando conhecimentos práticas e teóricos sobre patrulhamento preventivo armado, conforme prevê o Estatuto Geral das Guardas Civis no Brasil.

O processo de ensino deu ênfase à proteção dos Diretos Humanos, segundo a assessoria de comunicação da prefeitura, além de rigorosa seleção, onde os guardas foram submetidos a testes intelectuais, físicos, psicológicos e também a investigação social, questões analisadas em todas as avaliações de entrada em forças de segurança pública.

O armamento da Guarda Municipal em Campo Grande é pretendido há alguns anos pela prefeitura, questão que gerou polêmica, com apoio de parte da população, mas oposição de outra parte. Uma das questões mais contestadas é o curto período de preparação, além de seleção diferenciada ao que acontece com a PM (Polícia Militar).

Em junho, a prefeitura recebeu da PM (Polícia Militar) 275 revólveres calibre 38 que serão usados no trabalho diariamente da Guarda, reforçando as ações na Capital. Antes de armar os guardas, o município teve que atender várias exigências federais. O Executivo também criou a Semsp (Secretaria Municipal de Segurança Pública) para coordenar as ações.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário