A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

15/07/2014 18:43

GVT aceita medidas e irá investir no atendimento ao consumidor na Capital

Filipe Prado
GVT concordou em ampliar atendimento ao consumidor em Campo Grande (Foto: Marcelo Victor)GVT concordou em ampliar atendimento ao consumidor em Campo Grande (Foto: Marcelo Victor)

Após a audiência com as quatro operadoras de celular que atuam em Mato Grosso do Sul, representante da GVT se reuniu com os membros da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Telefonia da Assembleia Legislativa, presidida pelo deputado Marcos Trad (PMDB), para apresentar soluções e se ajustar ao TAC (Termo de Ajustamento de Conduta), para melhor o sinal da rede de telefonia fixa e internet. A CPI investiga a qualidade dos serviços em telefonia do Estado

Conforme o deputado, a GVT, através do diretor de assuntos institucionais Roberto Aruso, concordou em investir na qualidade do sinal em Mato Grosso do Sul. Eles construirão três gabinetes, irão ampliar os escritórios na Capital, além de apresentar uma meta de investimento, até o final do ano, para melhorias no atendimento ao consumidor.

“Eles colocaram um funcionário para atendimento direto com o consumidor na loja da Rua Candido Mariano”, completou Trad sobre as melhorias prometidas pela GVT. A empresa também solicitou a participação no mutirão para de atendimento ao cliente, ainda sem data definida, juntamento com as quatro operadoras: TIM, OI, Vivo e Claro.

Durante a audiência, Trad lembou que hoje (15) é o último dia para as operadoras assinarem a minuta do TAC, elaborada no dia 9, tendo que cumprir as medidas imediatamente, como o investimento de R$ 42 milhões para acabar com o “cai cai” das ligações.

A empresa NET foi chamado para participar da audiência de hoje (15), porém eles informaram o deputado que tiveram um “contratempo com um funcionário” e remarcaram quinta-feira (17).

Além da NET, a próxima audiência contará com membros da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), MPE (Ministério Público Estadual), MPF (Ministério Público Federal) e Embratel para prestarem esclarecimento.

Operadoras vão investir R$ 42 milhões para acabar com "cai cai"
As quatro operadoras de celular que atuam em Mato Grosso do Sul anunciaram as primeiras medidas para pôr fim ao “cai cai” nas ligações - e outros pro...
Promotoria e prefeitura firmam acordo para recuperar área de preservação
Foi celebrado entre o MPE (Ministério Público Estadual) e a prefeitura de Campo Grande acordo para recomposição da vegetação nativa da área de preser...
Concurso recebe inscrições para 83 vagas técnico-administrativas
Seguem abertas as inscrições para o concurso que oferece 83 vagas para técnico-administrativos em Educação na UFMS (Universidade Federal de Mato Gros...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions