A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

23/05/2011 18:36

Há 18 horas a espera de CTI, jovem baleado respira por “aparelho” manual

Viviane Oliveira

A vítima levou dois tiros na cabeça

Hoje estão internadas no CTI 29 pessoas entre elas, adultos e crianças. (Foto: Simão Nogueira)Hoje estão internadas no CTI 29 pessoas entre elas, adultos e crianças. (Foto: Simão Nogueira)

Paulo Sergio da Silva, 25 anos, ferido com dois tiros na cabeça por volta das 23 horas de ontem (22) na Avenida Tiradentes, em Campo Grande está a 18 horas na emergência do pronto socorro da Santa Casa recebendo oxigênio por pulsação manual por falta de aparelhos, diz a família.

Ele é o último de uma lista de 22 pessoas que aguardam vaga para o CTI (Centro de Terapia Intensiva).

De acordo com a assessoria da Santa Casa, não tem vaga para neurologia e o estado de saúde dele é considerado gravíssimo.

Quanto ao uso do aparelho manual, a assessoria informou que é um procedimento normal usado pelo pronto socorro. Hoje estão internadas no CTI 29 pessoas entre elas, adultos e crianças.

A espera de informação a mãe de adotiva da vítima, Vera Ruthi Gomes, 55 anos, reclama do descaso do hospital. “A única coisa que eu sei é que ele deu entrada ontem 23h45 e até agora não foi transferido para o CTI”, disse.

Paulo faz parte de uma torcida organizada do Corinthians, hoje no corredor do hospital amigos e parentes da vítima aguardavam uma resposta. “Nós só queremos que ele seja tratado como gente e tenha todo atendimento necessário para que consiga sair dessa”, disse a amiga Isabela Monteiro, 23 anos.

Caso – A vítima foi baleada com dois tiros um na testa e outro na fonte no bar Tacos Snokers no bairro Taveirópolis.

De acordo com a Polícia Militar, a vítima estava no bar, quando quatro homens em duas motos passaram na frente do estabelecimento atirando.

Ainda não se sabe o motivo do crime. Dois amigos de Paulo ficaram feridos, um levou um tiro no pé e o outro na barriga, eles não correm risco de morte.

Jovem é baleado na cabeça em bar no bairro Taveirópolis
Quatro homens passaram atirandoPaulo Sérgio, de 25 anos, foi baleado na cabeça na madrugada desta segunda-feira em um bar no bairro Taveirópolis.De ...
Brinquedos feitos por detentos são doados para crianças em escola
Parceria feita entre a a Semed (Secretaria Municipal de Educação) e a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) garantiu ne...
Falta de pagamento faz prefeitura suspender hemogramas na rede pública
A falta de pagamento para um fornecedor de insumos fez com que a prefeitura de Campo Grande suspendesse a partir desta quarta-feira (13) a realização...


Sr. Valmir Nogueira.

Antes de falar de uma pessoa, procura saber sobre a vida dela. O Paulinho era uma pessoa muito querida por todos, seja na família ou na torcida. Procure se informar melhor para não falar besteira. Não tinha nada haver a ocorrência com torcida organizada, tanto que foi longe de qualquer uma delas. O Paulinho estava se divertindo com AMIGOS, que inclusive fazem parte da torcida do time "rival", a Mancha Verde. O sr. deveria se preocupar em criticar os políticos que se preocupam em gastar R$ 87 MILHÕES DE REAIS com o tal AQUÁRIO DO PANTANAL e deixam as pessoas morrendo no hospital, sem leito de UTI, sem aparelhos ou até mesmo com leitos e aparelhos parados nos corredores, ai vêm falar que a saúde está um caos. UM CAOS ESTÁ NOSSA ADMINISTRAÇÃO POLÍTICA: seja MUNICIPAL, ESTADUAL OU FEDERAL, tudo bando de incopetentes.
 
Anderson Mandu em 26/05/2011 06:16:56
Parece-me que as pessoas nao querem acreditar que a violência de nossa capital está aumentando cada vez mais e começam colocar desculpas esfarrapadas como essas de conflitos entre torcidas. Que há conflitos entre elas todos nós sabemos, mas não podemos generalizar um caso absurdo como esse, já encriminando uma torcida ou outra sem apurar os fatos a fundo. O que importa agora é que o rapaz que levou 2 tiros na cabeça faleceu !!! Perdemos uma vida.... Um rapaz adorado pelos seu amigos e companheiros.... Pensem antes de falar ...
 
Rodrigo Santos em 25/05/2011 10:07:18
Olha Sr. Valmir nogueira, o que ele estava fazendo em um bar ou por ele fazer parte de uma torcida organizada, não teve nada a ver com a morte dele, infelizmente ele fez parte de uma triste tragedia....que poderia acontecer com qualquer um....ow vai me dizer que o senhor não sai da sua casa.....e antes de sair comentando, a respeito de uma triste noticia,principalmente pq tenho certeza que o senhor não conhecia o paulinho....vai cuidar da sua vidinha que deve ser beeemmmmmm sem graça.....que é melhor......
 
Priscilla de Paula em 25/05/2011 09:17:57
Essas pessoas mal informadas não tem o que falar mesmo devem ser torcedores de times quase sem torcidas ou tem inveja da gente.Alem de nao ter nada a ver com torcida essa ocorrencia foi uma fatalidade,para essas pessoas que fazem esses comentarios vão se informar mais seus ignorantes retardados....
 
Renan Gomes de Matos em 25/05/2011 08:11:14
não é rixa de torcida não,pois houve uma discussão num bar do outro lado da rua,aonde todos os domingos tem pagode e sempre sai alguma bagunça,e o Paulo Sergio estava no bilhar,que é em frente,sou irmã do rapaz que levou o tiro no pé, e que tambem está esperando vaga pra operar pois a bala ainda esta alojada no peito do pé dele...estamos todos torcendo pela melhora deles,principalmente o Paulinho(assim que ele é chamado entre os amigos),e foram 4 rapazes que foram baleados o Paulo com 2 tiros na CABEÇA,o Lucian com o tiro no pé,o Rafael e o rodrigo foram atingido na coxa,mas a bala entrou e saiu,eles ja se encontram em casa...PEDIMOS MUITO A TODOS OS AMIGOS E FAMILIARES,PRINCIPALMENTE PELOS INTEGRANTES DA TORCIDA ORGANIZADA PAVILHÃO NOVE QUE ERA UMA DAS PAIXÕES DELE O CORINTHIANS QUE FAZEM UMA CORRENTE DE ORAÇÃO,QUE TODOS REZEM PELA MELHORA DELE....
 
tássia danieli em 24/05/2011 11:57:42
com toda certeza não tem nada a ver com torcidas organizadas.
 
izabela monteiro em 24/05/2011 10:45:34
É quem procura acha.....bar, torcida organizada isso só da prejuizo. Se tivesse em casa com a familia, tenho certeza que nada disso teria acontecido.
 
valmir Nogueira em 24/05/2011 10:27:36
Não será rixa de torcidas organizadas, já que nossa capital se tornou "filial" de várias delas: "Independente", "mancha verde", "Força Jovem do VASCO" ETC...
 
MARCELLO MENDES em 23/05/2011 07:01:15
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions