ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, SEGUNDA  22    CAMPO GRANDE 31º

Capital

Homem desaparece e esposa recebe ligação de agiota cobrando R$ 7 mil

Suspeito ameaçou matar vítima caso mulher o denunciasse à polícia

Por Bruna Marques | 16/06/2024 15:32
Fachada da Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário do Centro (Foto: arquivo / Campo Grande News)
Fachada da Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário do Centro (Foto: arquivo / Campo Grande News)

Homem de 26 anos desapareceu após sair do trabalho na noite deste sábado (15), e durante a madrugada, um agiota entrou em contato com a mulher dele, informando que o rapaz estava com ele e só o soltaria após o pagamento de R$ 7 mil.

De acordo com o boletim de ocorrência, por volta das 22h, o homem ligou para  mulher e avisou que estava indo para casa. No entanto, mulher recebeu mensagem do marido, 1h28, dizendo que estava parado em uma blitz, mas que havia sido liberado e logo chegaria.

A mulher dormiu e, na manhã de hoje, às 8h36, acordou e não encontrou o marido em casa. Preocupad,  enviou mensagem, mas não obteve resposta. Por volta das 9h enviou novamente um texto dizendo que iria à polícia registrar seu desaparecimento.

As 10h22 o rapaz parou de receber mensagens no Whatsapp. Por volta da 12h, a mulher recebeu ligação de um número privado. Na chamada, um homem disse que era agiota e que o marido dela estava com ele. Informou ainda que só o soltaria caso recebesse a quantia de R$ 7 mil, que ele estava devendo.

O agiota disse ainda que a vítima estava desacordada porque apanhou muito. Também a ameaçou, dizendo que, caso fosse denunciado ou ela divulgasse o desaparecimento dele na internet, encontraria o marido morto.

Durante a conversa, o suposto agiota pediu três vezes para que a mulher não fosse à polícia. Disse para que ela mantivesse a calma e que receberia instruções para receber o marido vivo. Nervosa, a mulher respondeu disse que não tinha dinheiro. O suspeito aceitou o depósito de 50% da dívida.

A mulher pediu para ouvir a voz do marido, mas o homem desligou a ligação. Na sequência, ligou para um amigo do rapaz, mas ele não sabia de seu paradeiro. Informou apenas que por volta das 23h de ontem, a vítima enviou uma foto dizendo que estava bebendo em uma conveniência, na Vila Jussara.

O amigo do rapaz foi até o comércio e lá o proprietário confirmou que o homem ficou bebendo no local até 3h e que saiu acompanhado de outros três jovens. Até o momento, a vítima não apareceu. Ele estava em uma moto Honda CB300 e vestia camiseta preta, casaco, calça jeans e tênis.

O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro, como extorsão mediante sequestro.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias