ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, DOMINGO  07    CAMPO GRANDE 20º

Capital

Homem é assassinado com pelo menos 10 facadas na antiga rodoviária

Corpo de Bombeiros informou que o corpo já está rígido e provavelmente vítima foi morta a cerca de seis horas

Por Ana Oshiro e Bruna Marques | 26/03/2022 07:33
Corpo da vítima ficou caído em rampa de acesso à parte interna da antiga rodoviária. (Foto: Henrique Kawaminami)
Corpo da vítima ficou caído em rampa de acesso à parte interna da antiga rodoviária. (Foto: Henrique Kawaminami)

Com idade aparente de 40 anos, homem ainda não identificado foi assassinado na madrugada deste sábado (26), na Rua Vasconcelos Fernandes, entre as ruas Dom Aquino e Barão do Rio Branco, no Bairro Amambaí, região central de Campo Grande.

O corpo da vítima foi encontrado por volta das 7h da manhã, dentro da antiga rodoviária, caído no chão da rampa que dá acesso à parte interna do prédio. De acordo com os bombeiros, há pelo menos 10 ferimentos de facadas no corpo da vítima e a suspeita é que o crime tenha acontecido cerca de seis horas atrás, de acordo com a rigidez do corpo.

Conforme a Polícia Militar, o homem é morador de rua e está sem documentos, por isso, não foi possível identificá-lo. "A suspeita é que mais de uma pessoa esfaqueou ele, estamos fazendo buscas na região", disse um policial que está no local. A vítima está de blusa preta, short cinza e descalço.

Bombeiros e Polícia Militar estão no local do crime. (Foto: Henrique Kawaminami)
Bombeiros e Polícia Militar estão no local do crime. (Foto: Henrique Kawaminami)

Militares do Corpo de Bombeiros foram acionados e constataram cerca de 10 facadas no corpo da vítima. "Ele foi esfaqueado no pescoço, face e tórax, mas pelo jeito, a facada que matou foi a do pescoço. Sangrou bastante. Ele está sem documentos, mas aparenta ter por volta dos 40 anos de idade", explicou o tenente Márcio Henrique, médico da viatura Ursa (Unidade de Resgate e Suporte Avançado)

Outros moradores de rua que ficam no entorno do prédio foram ouvidos, mas, segundo a PM, eles só disseram que "o cara que morreu era vagabundo". Para os policiais, é possível que a morte tenha acontecido após um motim entre os moradores de rua, já que esse tipo de situação já aconteceu outras vezes. A perícia da Polícia Civil já foi acionada e está a caminho.

Nos siga no Google Notícias