ACOMPANHE-NOS    
MAIO, DOMINGO  22    CAMPO GRANDE 14º

Capital

Homem é baleado com 3 tiros por causa de som alto em conveniência

Crime aconteceu nas proximidades das ruas Nefe Pael com a Alcebíades Barbosa, no Bairro Nova Lima

Por Viviane Oliveira | 22/08/2021 08:10
Cruzamento das ruas Nefe Pael com a a Alcebíades Barbosa. (Foto: Google Stret View)
Cruzamento das ruas Nefe Pael com a a Alcebíades Barbosa. (Foto: Google Stret View)

Briga por som alto terminou com homem de 29 anos atingido por três disparos, numa conveniência na região das ruas Nefe Pael com a Alcebíades Barbosa, no Bairro Nova Lima, em Campo Grande. Ele foi socorrido por terceiros e levado para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da Coronel Antonino. A vítima foi atingida no braço, na região do bíceps e na cervical. Após o crime, o autor fugiu numa picape Fiat Strada, de cor prata, com caixa de som na carroceria e ainda não foi localizado.

Conforme boletim de ocorrência, a Polícia Militar foi acionada para atender tentativa de homicídio e quando chegou ao local foi surpreendida por uma mulher, de 27 anos, dizendo que havia sido a mandante do crime e o autor era seu irmão, de 35 anos.

Indagada sobre o paradeiro dele, a mulher informou diversos endereços de parentes dizendo que não sabia a localidade exata onde ele estava. Os policiais foram até uma casa, na Rua Bem Querer, que seria da namorada do autor.

Lá, a equipe foi atendida por um adolescente de 12 anos. Já era 1h e o menino disse que estava sozinho no imóvel desde às 20h, pois a mãe havia saído com o namorado. O Conselho Tutelar foi acionado. Foram feitas diligências também na casa do padrasto do suspeito, mas sem sucesso.

Na unidade de saúde, a vítima contou à polícia que tudo começou por causa do som alto. Ele estava na conveniência de seu irmão, quando o autor chegou na picape com o volume do som muito alto. Quando a vítima foi pedir para o suspeito abaixar, ele ficou enfurecido e os dois começaram a discutir.

O autor foi embora, mas depois retornou armado. Novamente, os dois discutiram, momento em que ocorreram os disparos. A Polícia Militar informou ainda que não foi localizado o endereço exato onde ocorreu o crime. A mulher que alegou ser mandante para o crime foi levada à delegacia para prestar esclarecimento.

Nos siga no Google Notícias