A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 13 de Dezembro de 2018

29/09/2015 12:02

Homem é preso ao matar cachorro com espingarda de pressão

Filipe Prado

Um homem foi preso pela Decat (Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Ambientais e de Atendimento ao Turista) após matar um cachorro, usando uma arma de pressão. Rogério Barbosa Aquino, 32 anos, disse que não queria matar o animal, somente assustar.

O caso aconteceu no Jardim Imá, na Rua dos Tupinambas. Rogério afirmou, de acordo com assessoria de imprensa, que o cachorro entrou em sua casa, então ele pegou a sua espingarda de pressão e atirou contra o animal, mas assegurou que não tinha intenção de matar.

O tiro acertou a cabeça do animal, que morreu ainda no local. A polícia foi acionada e prendeu o suspeito em flagrante, apreendendo a arma utilizada.

O autor assinou termo de compromisso de comparecimento ao Juizado Especial Criminal e responderá ao crime de maus tratos em liberdade. Ele poderá ser condenado a três meses a um ano de prisão, além de pagamento de multa pela morte do animal.



Enquanto a nossa Republiqueta dos Bananas não tiver leis severas que puna exemplarmente este tipo de gente insana, que coloca em risco, toda uma sociedade, porque quem atira em um pobre animal inofensivo, também, é capaz de atirar em ser um humano. Então, comete-se uma BARBÁRIE e o autor assinou termo de compromisso de comparecimento ao Juizado Especial Criminal e responderá ao crime de maus tratos em liberdade e, talvez, ele poderá ser condenado a três meses a um ano de prisão, além de pagamento de multa pela morte do animal. Pois é: se for condenado é uma PENA MUITO BRANDA para quem cometeu um assassinato a um ser que não teve a mínima chance de defesa. Ainda bem, que tem uma lei maior que Quem aqui faz, aqui se paga.
 
Ezequiel em 29/09/2015 12:17:37
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions