A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 18 de Outubro de 2018

10/10/2018 21:28

Homem que espancou e atropelou ex é condenado a 10 anos de prisão

Adriano Fernandes
Gustavo durante a sessão de julgamento, nesta quarta-feira (10). (Foto: Henrique Kawaminami) Gustavo durante a sessão de julgamento, nesta quarta-feira (10). (Foto: Henrique Kawaminami)

Gustavo Portilho Soares foi condenado a 10 anos e oito meses de prisão por ter tentado matar a ex-mulher, Bruna Oliveira Soares, com golpes de capacete e pé de cabra, além de tê-la atropelado em Campo Grande. 

O crime ocorreu em 4 de novembro de 2017 e o criminoso foi levado a júri, nesta quarta-feira (10). A defesa do acusado pedia a total absolvição de Portilho, no entanto, por maioria de votos, os jurados o condenaram por tentativa de feminicídio qualificada por motivo torpe, com o uso de recurso que dificultou a defesa da vítima e violência doméstica.

O crime – Gustavo estava preso desde a data do crime, quando invadiu a casa da ex-mulher por volta das 4h30 no dia 4 de novembro de 2017, na Rua Campina Nova, bairro Ramez Tebet. Após as primeiras agressões, ainda em casa, ela saiu pela vizinhança pedindo socorro, mas foi atropelada e novamente agredido a pontepés pelo homem.

Ela teve um dos braços fraturados, sofreu contusão no outro, sofreu três cortes na cabeça e teve traumatismo craniano, além de várias lesões e fraturas por conta da agressão. Hoje, ela percorre o Estado dando palestras sobre violência contra a mulher.



Só 10 anos?
Penas pequenas assim para crimes como esses são uma vergonha.
E nem vai cumprir a pena integralmente.
Virão os benefícios, progressões e etc.
E nada de ninguém cogitar fazer mudança.
Querem mudar para desencarcerar crimes menores, mas não para endurecer crimes maiores e fazer cumprir a pena de verdade.
 
Adriano em 11/10/2018 14:21:55
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions