A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 24 de Abril de 2019

21/01/2019 22:36

Homem que tentou matar a ex em incêndio será julgado amanhã

Adriano Fernandes
Thiago Paulussi Vazzi,quando foi preso por tentar matar dois policiais. (Foto: Divulgação/ Polícia Civil)Thiago Paulussi Vazzi,quando foi preso por tentar matar dois policiais. (Foto: Divulgação/ Polícia Civil)

Acusado de ter tentado matar a ex-esposa, de 45 anos, colocando fogo na sua residência aina no ano de 2017, Thiago Paulussi Vazzi, de 31 anos, será julgado nesta terça-feira (21) na 1ª Vara do Tribunal do Júri de Campo Grande.

À época do crime, noite do dia 14 de agosto daquele ano, Thiago arrombou o portão da casa da vítima, na Rua Pasteur, na Vila Piratininga, depois que a mulher evitou recebê-lo. Conforme a denúncia o casal estava separado há dois meses, pois ela passou a temer o comportamento possessivo e violento do acusado.

Contudo, após a vítima perceber que o homem havia entrado na sua residência, ela se trancou no quarto, momento em que Thiago começou a chutar a porta para arrombá-la. Ao notar que a mulher não abriria a porta, ele ateou fogo no sofá e fugiu do local, deixando a vítima em meio às chamas, que espalharam pela residência.

Segundo a mulher, o ex-companheiro já havia mencionado em outra oportunidade que iria matá-la. Devido ao incêndio ela perdeu todos os seus móveis. Na ação o Ministério Público Estadual sustenta contra Vazzi as acusações de feminicídio, crime de incêndio, violência doméstica e familiar (na forma tentada). O julgamento deve começar às 08h no fórum da Rua da Paz. 

Antecedêntes - Um ano antes de agressão a esposa Thiago também havia sido preso depois de tentar matar policiais civis da Deco (Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado) durante uma abordagem nas proximidades de um hipermercado, localizado na Avenida Tamandaré, em Campo Grande.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions