A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

03/07/2014 14:22

Hospital da Criança do SUS começa em agosto e atenderá 500 por dia

Zana Zaidan
Hospital da Criança da prefeitura vai funcionar no prédio do Hospital Sírio Libanês, na Afonso Pena (Foto: Arquivo)Hospital da Criança da prefeitura vai funcionar no prédio do Hospital Sírio Libanês, na Afonso Pena (Foto: Arquivo)

As negociações da prefeitura para transformar o Hospital Sírio Libanês, na região Central de Campo Grande, em Hospital da Criança do SUS (Sistema Único de Saúde), avançaram e a nova unidade deve ser aberta para atender aos pacientes dentro de 30 dias. A estimativa é do secretário municipal de Saúde, Jamal Salem.

Inicialmente, cinco pediatras estarão disponíveis 24 horas, e vão atender de 400 a 500 crianças por dia. No entanto, o número de profissionais disponíveis pode aumentar, conforme o desenvolvimento do projeto, afirma Salem. Nas demais unidades de saúde que hoje contam com pediatras, o horário de atendimento e quantidade de médicos será mantida. 

O local, acrescenta, terá estrutura de ambulatório para o pronto-atendimento. Posteriormente, serão reativados os leitos para que o Hospital da Criança possa internar os pacientes. Conforme o Ministério da Saúde, são 35 leitos, três salas de cirurgia, três consultórios médicos e uma sala de recuperação.

Para tirar o hospital do papel e começar a atender os pacientes, falta concluir a licitação do projeto, explica o secretário. “Já está na Procuradoria Geral do Município, e precisamos concluir a licitação para definir o valor do aluguel a ser pago pela prefeitura”, diz.

Problema crônico - Há anos o município tenta solucionar a falta de médicos pediatras na rede pública. Durante o dia, apenas três unidades de saúde 24 horas disponibilizam os profissionais – a Coronel Antonino, Universitário e Vila Almeida. Já no período noturno, segundo Salém, seis unidades ficam com cinco pediatras em cada uma, e atendem até 130 crianças.

Com isso, a maior parte das consultas se concentra na madrugada, enquanto, durante o dia, mães são obrigadas a percorrer longas distâncias para conseguir um pediatra para o filho.

Concretizado, o Hospital da Criança deve minimizar o problema, já que as principais linhas de ônibus passam a uma distância de 50 a 200 metros do Sírio Libanês, que fica na avenida Afonso Pena, entre as ruas Rui Barbosa e Pedro Celestino.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions