ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, TERÇA  28    CAMPO GRANDE 22º

Capital

Inaugurada em 2016, UPA fica sem exame de raio-x por duas semanas

Ar condicionado que fica em sala onde é realizado procedimento queimou; Unidade foi inaugurada em abril de 2016

Por Yarima Mecchi | 20/01/2017 11:49
Inauguração de UPA em abril de 2016 pelo então prefeito Alcides Bernal. (Foto: Alan Nantes/Arquivo)
Inauguração de UPA em abril de 2016 pelo então prefeito Alcides Bernal. (Foto: Alan Nantes/Arquivo)

O ar-condicionado na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do bairro Leblon que fica no setor de raio-x queimou e há duas semanas a unidade está sem fazer o exame. A UPA foi inaugurada no dia 11 de abril de 2016 e com isso fechou o CRS (Centro Regional de Saúde) do bairro Guanandi.

O tecnólogo, de 35 anos, que não quis se identificar, disse que procurou a unidade porque se machucou e precisou recorrer a outro posto de saúde. "O ar-condicionado do raio-x queimou já tem duas semanas. Eu machuquei a perna e precisei fazer raio-x, moro aqui perto e só no Coronel Antonino está funcionado, fica longe", reclama.


Conforme a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde Pública), o aparelho que realiza o exame da UPA Leblon foi desativado há cerca duas semanas para evitar que o mesmo queimasse. A secretaria confirma em nota que a sala estava com problemas de refrigeração e precisava passar por manutenção.


"O aparelho é muito sensível e poderia ser danificado em decorrência da oscilação de temperatura vindo a superaquecer acarretando prejuízo", diz a nota. De acordo com a Sesau nesta semana, a equipe de manutenção trocou o compreensor restabelecendo a normalidade do sistema de refrigeração e a previsão é de que o aparelho seja reativado ainda nesta sexta-feira (20).

Os exames que estavam marcados foram reagendados e os pacientes comunicados sobre a situação. "A demanda espontânea proveniente da urgência e emergência estão sendo atendidas em outras unidades, como Coronel Antonino e Vila Almeida".

A UPA do bairro Vila Almeida segue interditada para reparos por conta de problemas causados pela chuvas de segunda-feira (16), mas os exames de raio-x e ultrassom estão sendo feito. Uma média de 90 exames dia.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário